As ruas mais "secretas" de Lisboa - Lisboa Secreta
×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Made in L

As ruas mais “secretas” de Lisboa

By Valter Leandro Julho 7, 2020

Lisboa é enorme, com muitas ruas por descobrir. Nesta viagem levamos-te às ruelas mais escondidas da cidade. 🤫

Não é que sejam um segredo, mas por estas ruas só passam dois tipos de transeuntes: os locais que vivem nas áreas que as circundam, ou então os turistas que habitualmente fazem parte dos vários tours que se fazem um pouco por toda a cidade.

De uma forma muito rápida e fazendo uso do conhecimento de guias especializados, que nos transportam para histórias de e sobre Lisboa, a melhor forma que tens de conhecer a cidade como a palma da tua mão é através da participação num destes tours pelas zonas mais antigas da cidade.

Por exemplo, sabes quem morava num certo pátio escuro lá para os lados do Largo do Limoeiro? E sabias que no lugar do antigo limoeiro, desaparecido há muitos anos, agora se encontra esta Bela-Sombra?

@baeckinherworld

As ruas secretas – ou quase desconhecidas – de Lisboa

Apesar de não serem totalmente desconhecidas, existem algumas ruas sobre as quais vemos fotografias, mas não fazemos ideia onde ficam, em que zona da cidade as podemos visitar. Pois bem. Liga o GPS e vamos lá!

As Escadinhas de São Cristóvão são um desses exemplos. Quem nunca viu uma fotografia desta rua e se perguntou onde ficaria? Estas escadinhas, que ligam a Rua de São Cristóvão à Rua da Madalena, oferecem uma série de graffitis como tributo aos seus locais. Diz-se que foi o local onde nasceu o Fado.

Escadinhas de São Cristóvão
@manymanel

A Calçada do Duque é outro dos locais que toda a gente vê e fala, mas que raramente lá passa. Também oferece uma grande escadaria que une o Largo Trindade Coelho à Calçada do Carmo, destacando-se pelas várias esplanadas com restaurantes.

calçada do duque
@luismbcarvalho

A Rua de São Pedro é uma das nossas preferidas e muito concorrida nos Santos Populares. Mesmo no coração de Alfama, esta rua vai transportar-te para uma Lisboa antiga cheia de memórias e com muito bairrismo.

rua de são pedro
@carlatogar

A “nova” Rua dos Bacalhoeiros só o é porque está pintada de fresco, num projeto da Câmara Municipal de Lisboa que visa potenciar o acesso pedonal a uma série de ruas na cidade, ao mesmo tempo que pretende atenuar os efeitos dos calor que o alcatrão transmite. Fica situada como quem vai da Rua da Madalena para o Campo das Cebolas.

@aspace.pt

No Beco do Surra, também em Alfama, vais encontrar um sítio escondido de todos, ficando entre a Rua do Museu da Artilharia e a Rua dos Remédios.

beco do surra
@nyaasky

Na Calçadinha da Figueira, que também recebe um dos muitos arraiais de Santo António, vais encontrar uma das verdadeiras essências deste típico bairro lisboeta.

Calçadinha da Figueira
@caca_bg

Uma das mais recentes – e cada vez mais frequentada – ruas de Lisboa foi rebatizada de Rua Verde. O seu nome original é Rua da Silva e a história que a rebatizou como a rua mais amiga do ambiente de Lisboa é muito peculiar. Prometemos contar-te em breve como tudo começou.

@fabiow_fln

Conhecer melhor o Marquês de Pombal… e as ruas por onde andou

O Marquês de Pombal é uma figura incontornável da cidade: é reconhecido por ter reconstruído a cidade depois do terramoto de 1755 e, daí, a baixa pombalina; mas também é conhecido por razões menos próprias, factos que só poderás conhecer num tour pelas ruas que este estadista percorreu e que é, ao mesmo tempo, um escape-game.

5 curiosidades sobre a Praça Marquês de Pombal que talvez não conheças.

@mario-rui-andre

E por falar em jogos onde também podes vir a adquirir vários conhecimentos, outra das sugestões é percorrer as ruas de Lisboa que te levam a descobrir quem foi o responsável pelo desaparecimento do Prémio Nobel José Saramago, numa investigação que te levará a muitos locais que de outra forma não pensarias ir.

Mas se é em Camões que vês um dos maiores escritores sobre Lisboa, fica a saber que existe um Tour em Lisboa que te vai levar a percorrer todas as ruas e vielas por onde este poeta andou. Por isso, prepara-te para percorrer 3,5km de histórias sobre um dos maiores escritores portugueses a partir da Igreja de São Sebastião no Martim Moniz.

@joao_fernandes89

Foto de capa: @catiatagaio