8 locais para um primeiro encontro - Lisboa Secreta
×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
O Que Fazer

8 locais para um primeiro encontro

By Inês Santos Fevereiro 14, 2020

Os nervos estão à flor da pele, o coração bate mais rápido, às vezes até a voz fraqueja… Ai, a magia e o terror dos primeiros encontros! Como sabemos que já é difícil o suficiente escolher o que vestir, vamos facilitar-te a vida e sugerir locais onde o romance está, garantidamente, ao virar da esquina. Tu só tens de levar charme e sedução!

1. Miradouro do Monte Agudo

Qualquer um dos miradouros de Lisboa é uma boa opção para um encontro mais romântico. A vista da cidade ajuda a criar o clima certo para uma conversa mais intimista e, se tiverem a sorte de apanhar o pôr-do-sol, as possibilidades de o amor surgir são ainda maiores. O Monte Agudo, por ser dos miradouros mais recatados e por ter também esplanada, é a nossa escolha.

Morada: Rua Heliodoro Salgado, 83 (Penha de França)

Foto: @flickr.com/photos/loridel-photo

2. Jardim do Torel

É o sítio ideal para usufruir de uma vista deslumbrante da parte ocidental de Lisboa, do vale da Avenida da Liberdade e da colina de São Roque, que alberga o jardim de São Pedro de Alcântara. Tem vários bancos de jardim e um café com esplanada e, por isso, são vários os sítios onde te podes sentar para conversar com a tua (futura) alma gémea.

Morada: Rua Júlio de Andrade (Campo Mártires da Pátria)

Foto: @flickr.com/photos/tsparks

3. Jardim Amália Rodrigues

Inaugurado em 1996, com o nome Alto do Parque, foi renomeado em 2000 para homenagear a famosa fadista portuguesa. Situado junto ao miradouro, no Parque Eduardo VII, oferece as mesmas vistas que este, mas num plano ligeiramente mais elevado e em forma de anfiteatro com relva e bancos. O jardim também tem um lago circular, conhecido pelo nome da esplanada Linha d’Água, e uma estátua do artista colombiano Fernando Botero, intitulada “Maternidade”.

Morada: Alameda Cardeal Cerejeira (São Sebastião)

Foto: @itinari.com

4. Jardins da Gulbenkian

Não sabemos se é do lago, da arquitetura irrepreensível dos edifícios da Fundação ou dos patos simpáticos que povoam o espaço, mas a verdade é que os Jardins da Gulbenkian têm uma atmosfera mística que traz vontade de namorar. Seja na relva, na esplanada do café ou no imponente anfiteatro ao ar livre, o que importa é o romance!

Morada: Avenida de Berna, 45 (Avenidas Novas)

5. Parque das Nações

As várias esplanadas do Parque das Nações oferecem uma vista incrível para o Tejo e há pouca coisa tão convidativa quanto olhar o rio de frente. Andar de teleférico é também um bom plano e de certeza que vai surpreender!

Foto: @engexpor.com

6. Cacilhas

Num instante, tens uma vista completamente diferente do Rio Tejo e uma sensação de tranquilidade de uma pequena vila. Estamos perto, mas parece que estamos longe: estamos em Cacilhas! Do Cais do Sodré até lá são apenas 10 minutos de barco, e chega-se por uma travessia agradável, que te vai fazer tirar umas boas fotos.

Foto: @Câmara Municipal de Almada

7. Estufa Fria

A Estufa Fria é um dos locais mais calmos e aprazíveis de Lisboa, cheio de pequenos lagos e cascatas, grutas escondidas, estátuas e plantas que não precisam de aquecimento (daí o nome Estufa Fria). Neste oásis em plena cidade vivem espécies de todos os tamanhos e proveniências, como China, Austrália, México, Perú, Brasil, Antilhas ou Península da Coreia. É um oásis citadino, perfeito para namorar.

Morada: Parque Eduardo VII

Foto: @ocorvo.pt

8. Ribeira das Naus

Acreditamos que o Tejo continua a ser a fórmula mágica para os cenários mais apaixonantes. Por isso mesmo, um passeio pela Ribeira das Naus, com a parte histórica da cidade de um lado e o rio do outro, é a escolha acertada. Se preferires, podes parar e estender na relva a desfrutar da paisagem – e da companhia!

Foto: @flickr.com/photos/welovelisbon

Foto de capa: @lisbon afternoon