×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Made in L

3 lojas históricas que tens mesmo de conhecer

Luvaria Ulisses, A Ginjinha e Chapelaria Azevedo Rua: carácter e tradição em dose tripla.

By Nelson Rodrigues Novembro 20, 2020

Enquanto houver lojas como estas, a memória de Lisboa vai continuar bem viva.

São séculos de história que se revelam entre quatro paredes, desde as belas fachadas ao outro lado do balcão. Vem daí freguês, e faz uma vénia a estas ilustres senhoras.

Luvaria Ulisses

Pequenina no tamanho, mas grande em história e tradição, esta loja assenta que nem uma luva a quem gosta de ter as mãos quentinhas… e cheias de estilo. Fundada em 1925, tem modelos para todos os gostos, carteiras e medidas.

Qando abriu portas, já lá vai quase um século, nenhuma senhora queria sair de casa sem o seu par de luvas por isso, como podes calcular, o negócio desta casa ia de vento em popa. Hoje, os tempos são diferentes, mas comprar na Luvaria Ulisses continua a ser um sinal de charme e bom gosto.

Morada: Rua do Carmo 87-A (Chiado)

Foto: @lojascomhistoria

A Ginjinha

Ir ao Rossio e não beber uma ginjinha é quase como ir a Roma e não ver o Papa. Foi nesta casa histórica, fundada em 1840, que se vendeu pela primeira vez a mais icónica bebida de Lisboa.

Bem podemos agradecer a um galego de nome Espinheira e a um frade da igreja de Santo António. Isto porque foi o religioso a sugerir-lhe fermentar as gingas dentro de aguardente, juntando-lhe açúcar, água e canela. Hoje, a morada continua a mesma, o incontornável número 8 do Largo de São Domingos, mas a fama da casa já ultrapassou fronteiras e não há turista (e instagrammer) que não passe por lá.

Morada: Largo de São Domingos, 8 (Rossio)

Foto: @coreyamaro

Chapelaria Azevedo Rua

“Chapéus há muitos, mas poucos como estes!” O slogan desta loja histórica em pleno Rossio diz tudo sobre a chapelaria mais antiga de Portugal. Fundada em 1886, continua nas mãos da mesma família, já lá vão 5 gerações. Ao longo destes anos todos, teve muitos ilustres clientes, como Fernando Pessoa ou o Rei D. Carlos.

Mesmo que não uses chapéus, vale a pena ires até lá só para respirares aquele ambiente repleto de história e admirares os belos móveis de madeira que guardam dezenas de modelos, dos clássicos Panamá aos chapéus de safari, passando pelas boinas e bonés. E também vende outros acessórios, como luvas ou bengalas.

Morada: Praça D. Pedro IV, 83

@camaradelisboa

Pst! Já agora, espreita aqui o vídeo da Lisboa Secreta sobre estas três lojas. Temos a certeza que vais gostar.

Foto de capa: @lojascomhistoria