Os nossos 10 bolos favoritos das pastelarias lisboetas - Lisboa Secreta
×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Restaurantes

Os nossos 10 bolos favoritos das pastelarias lisboetas

By Inês Santos Setembro 3, 2020

Entrar numa (boa) pastelaria da cidade é ficar de olhos a brilhar e com água na boca. 🥐🥯🥨🍰

Dos pastéis de nata às bolas de Berlim, passando pelos bolos vegan, as opções são infinitas e sempre deliciosas. Mas é inegável que temos os nossos favoritos. E chegou a altura de fazermos o Top10!

Nesta lista, encontras os nossos 10 bolos favoritos, mas a ordem é aleatória. Gostamos tanto de todos que foi impossível escolher os preferidos e os menos predilectos. O que podemos garantir é que são todos divinais. 🤤

Bolo de Arroz

O bolo de arroz deve ser um dos bolos mais simples das pastelarias mas é intemporal e faz parte do imaginário coletivo de todos os portugueses. Em criança, todos os comemos e há poucos rituais tão encantadores quanto o desenrolar do papel vegetal. Quando a aposta é num lanche mais simples, o bolo de arroz não falha!

@e-leclerc.pt

Bola de Berlim

Com ou sem creme, a bola de Berlim é um dos bolos que mais fãs reune e deve ser também dos produtos de pastelaria que mais enche o olho. Embora faça já parte da doçaria portuguesa, a verdade é que a receita é alemã e chegou a Portugal pela mão de famílias judicias que se refugiaram no nosso país durante a II Guerra Mundial. Na praia sabem melhor mas na cidade também nunca desiludem!

@ncultura.pt

Palmier Recheado

Melhor do que um palmier, só um palmier com dois andares recheado com doce de ovos. É outro dos doces típicos da doçaria portuguesa que já tem lugar cativo no nosso coração!

@chafariz.com

Éclair de Chocolate

Embora a variedade de éclairs seja grande, para nós o melhor será sempre o clássico, com chocolate e chantilly. Os deliciosos bolos de formato alongado destacam-se pelo uso de massa choux que, quando assada, ganha uma crosta fina, um interior oco e um visual “insuflado”.

@Leitaria-da-Quinta-do-Paço

Jesuíta

Feitos de massa folhada e açúcar, os jesuítas têm o formato mais peculiar desta lista: são bolos triangulares onde o creme de ovo tem papel principal. A sua origem não é clara mas há quem acredite que surgiram, pela primeira vez, em Santo Tirso. A verdade é que são uma constante das pastelarias lisboetas e ganharam lugar de destaque nas preferências dos portugueses!

@espigadourada.pt

Queijada

Há tantas variedades de queijadas que decidimos incluir nesta lista a categoria geral. Adoramos todas: as de laranja, as de leite, as de Sintra, as de cenoura, as de limão… A lista não acaba! De textura húmida, caiem bem como lanche, pequeno-almoço ou sobremesa.

@teleculinaria.pt

Húngaros

Quando temos vontade de comer um doce mas a consciência pesa, os húngaros são a escolha certa. Têm o tamanho certo para adoçar a boca sem exageros e as duas metades, uma sem chocolate, a outra com, convivem em perfeito equilíbrio. São o nosso sortido preferido!

@lumebrando.com

Mil Folhas

Em Lisboa chama-se mil folhas, no Porto é apelidado de napoleão. A receita, inspirada na pastelaria francesa, indica o uso de massa folhada e de recheio de creme. É normalmente coberto com glacê de açúcar e chocolate e o mais difícil é partilhá-lo!

@wikipedia.org

Salame de Chocolate

O salame deve ser o bolo que não falha nas festas de aniversário dos mais pequenos. Quem não se lembra de desenrolar o papel de alumínio para trincar com gosto este bolo tão saboroso? A bolacha Maria dá-lhe uma textura crocante e a receita é bem simples de executar. Muitas famílias têm até a sua própria receita caseira, que é transmitida de geração em geração!

@nacozinhadahelo.com.br

Pastel de Nata

Por muito bolo que inventem, a simplicidade do pastel de nata tem lugar cativo nos nossos corações. Gostamos deles mornos, com canela, e com um café a acompanhar! Há lá melhor combinação?! É o favorito do nosso estômago!

@flickr.com/photos/giuliojiang

Queres continuar a provar gulodices sem culpa? Espreita as nossas 10 sobremesas vegan favoritas.

10 sobremesas vegan para comer sem culpa

Foto de capa: flickr.com/photos/del-uks_gallery