×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Guias Secretos O Que Fazer Viagens

10 sítios fantásticos para visitar em Oeiras

Valter Leandro Valter Leandro - Editor

10 sítios fantásticos para visitar em Oeiras

Oeiras é um dos municípios mais conhecidos da Área Metropolitana de Lisboa, com tanto para conhecer que precisas de lá voltar várias vezes. 😍

A vila de Oeiras fica localizada na zona costeira, a cerca de 10 quilómetros da cidade de Lisboa. Aqui vais encontrar tanto para visitar e conhecer que terás de cá voltar mais algumas vezes.

Uma vez que são muitos os locais a explorar, tanto na vila como nas áreas à sua volta, reunimos uma dezena de locais de visita obrigatória:

1 – As 12 praias

Uma vez que Oeiras fica junto à zona costeira, vamos começar pelas praias. São 12: Praia da Torre, Praia da Laje, Praia de Santo Amaro de Oeiras, Praia das Fontainhas, Praia de Paço de Arcos, Praia Velha, Praia da Giribita, Praia de Caxias, Praia de São Bruno, Praia da Cruz Quebrada, Praia do Dafundo e Praia de Algés.

Algumas destas praias (nem todas têm nadador-salvador) estão entre as preferências dos veraneantes lisboetas – e não só – que as escolhem por apresentarem boas dimensões e onde é mais agradável estar em família ou com amigos.

O transporte de comboio, na Linha de Cascais, também ajuda a que as praias de Oeiras estejam na lista de preferências por altura do verão.

Fizemos uma viagem por esta costa, com paragem em algumas destas praias.

2 – Piscina Oceânica de Oeiras

Possui uma lotação para cerca de 1000 pessoas e fica ali entre a Praia da Torre e a Marina de Oeiras.

Preparada para pequenos e graúdos, a piscina oceânica de Oeiras dispõe de dois tanques de água salgada: um para crianças, com 40 cm de profundidade; e outro para adultos, com uma área de 1500m2 e profundidades que vão desde os 1.2 a 2 metros.

Na época baixa, até ao final de junho e em setembro, a piscina funciona entre as 10h e as 19h, enquanto em julho e agosto, está aberta das 9h30 às 20h. Podes consultar aqui a lista de preços.

3 – Passeio Marítimo de Oeiras

Mais conhecido como paredão, o Passeio Marítimo de Oeiras é um dos lugares mais fantásticos para passear, patinar, andar de bicicleta ou simplesmente desfrutar da vista para o mar.

Este passeio tem início na Praia de Paço d’Arcos e termina junto à Praia da Torre. Nos seus 5,5 quilómetros de extensão, atravessa locais como a doca, a piscina oceânica e algumas das praias de Oeiras.

4 – Parque dos Poetas

O Parque dos Poetas é um dos nossos parques preferidos da Grande Lisboa. Possui 22,5 hectares e nele podes encontrar representações de 60 poetas, sendo que 50 são portugueses e 10 de países ou territórios de expressão portuguesa.

É, sem dúvida, um parque único que junta, no mesmo espaço, a poesia e a arte escultórica. Está dividido em três áreas, onde vais encontrar esculturas alusivas a 20 poetas do século XX, assim como poetas Trovadores, poetas ligados à Renascença e, por fim, à época do Barroco e Romântico.

Uma vez no parque, no lado mais alto, vais poder usufruir de uma vista espetacular sobre o rio e oceano, além de te poderes “perder” no Tempo da Poesia, no Labirinto, na Ilha dos Amores e nas Fontes Cibernéticas. 

5 – Jardins e Palácio Marquês de Pombal

Classificado como Monumento Nacional em 1953, este espaço em Oeiras contou com a mestria do arquiteto Carlos Mardel, que foi capaz de criar uma solução estratégica que permitiu dar um uso mais recreativo a esta área. 

Dono de um cinematográfico terreiro, as portas do piso térreo abrem-se ao amplo jardim onde podes desfrutar de passeios, da zona de merendas, de jogos, de música e de dança. 

Entregue à Câmara de Oeiras em 2003, o Palácio Marquês de Pombal e os jardins envolventes têm sido visitados por muitos curiosos, além de ser palco de vários eventos.

Contemplar um dos melhores conjuntos decorativos do período pombalino, rico em estuques e azulejos, as várias peças de estatuária, os bustos de mármore, bem como os vários muretes e as escadarias revestidas de azulejos são algumas das atrações que aqui vais encontrar.

Publicidade

6 – Fábrica da Pólvora

De extrema importância para a vida económica e social da zona, a Fábrica da Pólvora, localizada em Barcarena, é um dos locais onde se reúnem os munícipes das várias zonas circundantes.

Depois de séculos a funcionar, primeiro como ferraria e depois como oficina de fabrico de pólvora negra, em 1995, o Município de Oeiras adquire as instalações e transforma-o num complexo aberto a todos, preparado para receber todo o tipo de eventos culturais, de lazer e de entretenimento.

Na Fábrica da Pólvora, além dos espaços verdes, do parque de merendas e do parque infantil, sugerimos uma visita mais demorada ao Jardim da Caldeira dos Engenhos, ao Jardim das Oliveiras, à Praça do Sol, ao Edifício das Galgas e uma visita ao Museu da Pólvora Negra, onde vais poder assistir a ateliers, workshops e atividades ao ar livre.

7 – Aquário Vasco da Gama

Entre Algés e Cruz Quebrada-Dafundo fica aquele que é um dos espaços de conhecimentos mais antigos do país, de 1898. Quem é que não se lembra de visitar, em pequeno, o Aquário Vasco da Gama com a sua lula gigante?

O Museu é conhecido pelos espécimes de profundidade associados a D. Carlos I, considerado por muitos, o pai da moderna oceanografia portuguesa; e o Aquário caracteriza-se pelo destaque dado à diversidade da fauna marinha que ocorre em Portugal Continental e nos Arquipélagos dos Açores e da Madeira, com mais de 200 espécies que convidam todos os visitantes a espreitarem algumas das espécies marinhas mais incríveis do nosso Planeta.

8 – Complexo Desportivo do Jamor

O Centro Desportivo Nacional do Jamor é um espaço multifuncional, que alia a prática desportiva ao lazer.

Fica no vale do Rio Jamor e possui uma extensa área – uma das maiores a nível nacional – que é procurada principalmente para a prática de desporto, mas também para passeio e outras atividades ao ar livre, graças ao pinhal circundante.

9 – Centro Cultural Palácio do Egito

O Palácio do Egito faz parte do espólio e património da Câmara Municipal de Oeiras desde 1980, localizando-se no centro histórico da vila, perto da Igreja Matriz.

Atualmente serve como centro cultural e oferece uma sala de exposições temporárias, uma livraria/loja municipal e três espaços de restauração.

10 – Forte de São Julião da Barra

O Forte de São Julião da Barra é uma das mais importantes construções militares do país. Na sua construção estiveram envolvidos os mais conhecidos militares e engenheiros ao serviço do reino, como Leonardo Turriano ou o Capitão Fratino.

Assim como outras fortificações, também São Julião da Barra serviu de prisão militar e política. Hoje em dia é residência oficial do Ministro da Defesa.

Para o visitares tens de fazer a marcação prévia. Só depois poderás admirar as esplanadas, as casamatas em abóbada e a cisterna, onde com regularidade ocorrem iniciativas culturais.

A Área Metropolitana de Lisboa tem muito para oferecer: são 18 municípios cheios de atrações que valem a pena visitar.

Fotos por @municipiodeoeiras @oeirasviva e @vleandro