×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
O Que Fazer

Os 6 edifícios mais altos em Lisboa

Nelson Rodrigues Nelson Rodrigues

Os 6 edifícios mais altos em Lisboa

Lisboa está longe de ser Nova Iorque, Kuala Lumpur ou Xangai, mas à escala portuguesa também tem os seus gigantes.

Há quem fique fascinado com as torres da cidade e quem as ache autênticos mamarrachos, mas o certo é que não deixam ninguém indiferente. Ora descobre os seis prédios mais altos da capital:

1 – Hotel Sana Myriad – Torre Vasco da Gama

A Torre Vasco da Gama foi construída por ocasião da Expo 98 e, em 2012 passou a acolher também o Hotel Sana Myriad.

Local: Parque das Nações
Altura: 145 metros

@MYRIADbySANAHotels

2 – Torre Monsanto, em Algés

Construído em 2001, o segundo prédio mais alto da região de Lisboa é um centro de escritórios situado em Miraflores, junto a Monsanto.

Local: Miraflores, Algés
Altura: 120 metros

gazetademiraflores.blogspot.com

3 – Torres de São Rafael e São Gabriel

Com uma arquitetura inspirada na elegância da proa de um barco, estas duas torres emblemáticas do Parque das Nações estão viradas para o Tejo. À noite, iluminam-se no topo. Cada uma tem 27 pisos acima do solo (mais 5 caves).

Local: Parque das Nações
Altura: 110 metros

@jfparquedasnacoes

4 – Hotel Sheraton

O hotel mais alto de Lisboa chegou a ser o prédio mais alto do país entre 1972 (ano em que foi construído) e o ano 2000, altura em que perdeu esse estatuto para as torres São Rafael e São Gabriel. Tem 369 quartos e um restaurante no topo.

Publicidade

Local: Picoas
Altura: 91 metros

@marriott.com

5 – Twin Towers

Este edifício com escritórios e habitação (cerca de 300 apartamentos) fica situado na Rua de Campolide, mesmo de frente para o Monsanto.

Local: Campolide
Altura: 90 metros

@luisavarelamedina

6 – Hotel Corinthia

É o maior hotel (em número de quartos) e o segundo mais alto de Lisboa. Tem 518 quartos, distribuídos por 24 pisos.

Local: Campolide/Sete Rios
Altura: 83 metros

@destinia.co.uk

Foto de capa: @goncalo-correia-gago