Igreja da Memória: da promessa de D. José I ao túmulo do Marquês de Pombal - Lisboa Secreta
×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Made in L

Igreja da Memória: da promessa de D. José I ao túmulo do Marquês de Pombal

By Nelson Rodrigues Agosto 11, 2020

A Igreja da Memória é uma das igrejas mais bonitas de Lisboa, mas também das mais desconhecidas.

Apesar de estar afastada das principais rotas turísticas, na Ajuda, vale bem a pena uma visita, não só pela sua elegante arquitetura, mas também pelas histórias e curiosidades que aquelas paredes guardam.

E estas começam logo no nome e no motivo da sua existência. Talvez nem saibas, mas foi mandada construir em 1760 pelo rei D. José I, como forma de agradecimento a Deus, por ter saído a saído de um atentado neste local.

Diziam as más línguas que vinha de casa de uma dama da Corte, pertencente à família dos Távoras, com quem tinha um caso amoroso secreto.

Quem se aproveitou do regicídio falhado foi o Marquês de Pombal, que acusou os cinco membros desta família de conspiração, todos condenados à morte.

@bruno.t.fonseca

Curiosamente, esta igreja em estilo neoclássico, contruída pelo italiano Giovanni Carlo Bibienna e dedicada a Nossa Senhora do Livramento, acabou por ficar associada para sempre ao Marquês de Pombal. Isto porque o túmulo do todo poderoso ministro de D. José I foi transferido para lá em 1923.

🗺️ Largo da Memória, Lisboa

Foto de capa: @josemanuelcgoncalves