20 praias "secretas" para conheceres em Lisboa e arredores - Lisboa Secreta
×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Natureza & Bem-estar

20 praias “secretas” para conheceres em Lisboa e arredores

By Valter Leandro Junho 17, 2020

Praia dos Galapinhos

De Cascais a Sintra, fluviais ou de areal extenso, Lisboa tem das mais belas e “secretas” praias de Portugal. Vamos conhecê-las? ⛱️

A lista de praias nos arredores de Lisboa é bastante extensa, mas deixamos aqui aquelas que mais nos impressionaram tanto pela sua beleza natural como pelo facto de serem desconhecidas para muitos. Vens mergulhar connosco? 😉

1 – Praia do Ribeiro do Cavalo, em Sesimbra

Próxima do Cabo Espichel, foi durante anos uma praia quase selvagem, mas hoje começa a ser mais procurada por banhistas e curiosos, que não se importam de fazer o difícil acesso até lá (ou ir de barco). Sem mão humana, nem vigilantes, nem barraquinhas de gelados (os amantes da Natureza agradecem), tem um areal relativamente extenso e ainda oferece cenários incríveis, daqueles que fazem sucesso nas redes sociais.

vista da Praia do Ribeiro do Cavalo
@Visit Sesimbra

2 – Praia do Rosário, na Moita

Partindo de Lisboa, em cerca de 45 minutos (se o trânsito ajudar) chegas a esta praia fluvial do Tejo, no concelho da Moita. Com cerca de 1 quilómetro de areal, tem apoios de praia, biblioteca estival, chuveiros, parque de merendas e parque infantil. Encostado ao rio, existe também um restaurante – o Baía Tejo – com boas vistas e uma carta de pitéus bem tentadores.

Praia do Rosário
@andrade_js

3 – Praia de Alpertuche, na Arrábida

Rodeada pelo verde da serra, é uma praia pequena, com muitas pedras e seixos e um escasso areal. As águas são límpidas e transparentes, enquanto as temperaturas não costumam ultrapassar os 18º. O acesso faz-se por um discreto caminho de terra batida antes do Museu Hidrográfico. Mais um segredo que poucos conhecem.

Praia de Alpertuche
@tomasguims

4 – Praia Fluvial do Alamal, no Gavião

Só pelo cenário que oferece, já vale a pena percorrer a estrada estreita e sinuosa que leva até lá. A vegetação à volta, mas sobretudo o Castelo de Belver, do outro lado do Tejo, no alto da encosta, convidam a apreciar as vistas antes de um mergulho. Apesar de muito procurada nos meses mais quentes, o extenso areal (em comparação com outras praias fluviais) e as áreas de relvado têm espaço para todos.

Praia Fluvial do Alamal
@Vitor Oliveira

5 – Praia das Azenhas do Mar, em Sintra

É um dos postais ilustrados do concelho de Sintra, com as suas casinhas brancas a desceram pela arriba até ao mar. O areal é diminuto (por vezes, até desaparece), mas os mergulhos ficam garantidos na piscina natural. Obrigatória é também uma ida ao miradouro, lá em cima e, já agora, ao restaurante Azenhas do Mar, que oferece vistas incríveis e pratos deliciosos.

Praia Azenhas do Mar
@robertoedoriam

6 – Praia da Ursa, em Sintra

Pode já não ser uma das praias mais secretas de Sintra (o Instagram que o diga), mas continua das mais selvagens e, sem dúvida, das mais bonitas. As falésias que a rodeiam e, sobretudo, os dois grandes rochedos que resistem à força do mar, batizados com os nome de Pedra da Ursa e Gigante, são os seus maiores atrativos, tal como a própria praia, claro. Descer até ao areal é quase uma aventura (pode demorar cerca de uma hora) mas a beleza natural e a tranquilidade desta praia compensa a dificuldade do trajeto. Em dias de chuva, forma-se neste local uma pequena cascata provocada pelas águas da Ribeira da Ursa.

Praia da Ursa
@mariana_snts

7 – Praia da Cova da Mijona, em Sesimbra

Também conhecida por praia do Ilhau, é uma praia de difícil acesso em plena Serra da Arrábida. Para lá chegar, é preciso descer por um trilho escavado na ravina, que termina num areal deserto, onde salta à vista uma curiosa casa, que em tempos serviu de abrigo aos pescadores.

Praia da Cova da Mijona
@itsuptoyou_rach

8 – Lago Azul, em Ferreira do Zêzere

Oficialmente chama-se Praia Fluvial da Castanheira, mas todos a conhecem por Lago Azul, graças à estalagem com o mesmo nome que fica ali ao lado. Fica em plena Barragem de Castelo de Bode, tem uma plataforma flutuante com duas piscinas (uma para adultos e outra para crianças) que convida a mergulhos nas águas do rio Zêzere. Esta zona também é muito procurada pelos amantes do wakeboard, mas se procuras algo mais calmo podes sempre dar passeios de gaivota ou fazer caminhadas nos trilhos que rodeiam a barragem.

Lago Azul
@andreiafilipapsilva

9 – Lagoa de Alfufeira, em Sesimbra

Enquanto a zona da lagoa é muito procurada por famílias, por causa das suas águas tranquilas, a praia de mar é perfeita para quem gosta de extensos areais e não se importa com grandes ondulações, como os praticantes de desportos de ondas.

Lagoa de Albufeira
@pilot_ricardo

10 – Praia da Aroeira, em Sintra

Esta praia selvagem, a norte do Cabo da Roca, tem acessos muito difíceis, um areal pequeno e um mar agitado pouco aconselhado para banhos. Talvez por isso seja mais procurada por nudistas e por quem gosta de descobrir recantos secretos e tranquilos.

Praia da Aroeira
@evamlidon

11 – Praia da Alburrica, no Barreiro

Esta é uma praia de areias finas e claras, onde saltam à vista três moinhos tradicionais de vento, que testemunham o passado moageiro desta zona do Barreiro: o moinho de vento Gigante, o moinho de vento Nascente e o moinho de vento Poente. Além de bastante limpa, está equipada com chuveiros, um circuito de manutenção e parque de estacionamento dos arredores.

Praia da Alburrica
@green_hero_info

12 – Praia dos Coelhos, na Arrábida

Mais uma praia (quase) selvagem e com um acesso difícil, mas que vale bem o caminho. Quando lá chegares, vais encontrar um recanto paradisíaco em forma de concha, com areias finas e brancas e águas transparentes. A envolvê-la está a serra da Arrábida, o que ajuda a compor ainda mais o cenário. Quando a maré está baixa, fica acessível através da vizinha Praia do Creiro.

Praia dos Coelhos
@raquelass

13 – Praia da Samarra, em Sintra

Situada numa escarpa estreita, que se alcança depois de uma longa descida, esta praia é um dos segredos mais bem guardados de Sintra. O areal é pequeno (não tem mais que 50 metros), mas é o suficiente para os poucos veraneantes que vão até lá, daqueles que não gostam de grandes confusões e apreciam o contacto com a Natureza.

Praia da Samarra
@nuno_r_almeida

14 – Praia da Adraga, em Sintra

Só pelo cenário que oferece já vale a pena descer a estrada sinuosa até ao parque de estacionamento e, depois, rezar aos santinhos por um lugar. A recompensa chega no final, graças a um areal tranquilo, com uma paisagem incrível, marcada por escarpas, grutas e túneis. A sul, fica o chamado Buraco do Fojo, um poço vertical na arriba com cerca de 90 metros. Quando a maré está baixa, tem ligação a duas praias muito pequenas: a dos Namorados e a do Cavalo.

Praia da Adraga
@jorimhw

15 – Praia da Rainha, em Cascais

Situada no centro de Cascais, é um dos postais ilustrados da vila. Tem um areal pequeno e está encaixada entre falésias, mas as suas águas calmas atraem muitos banhistas.

Praia da Rainha
@theworldofpati_

16 – Praia do Abano, em Cascais

É uma das mais desconhecidas do concelho (provavelmente devido aos acessos), mas também das mais bonitas. Costuma ter ventos fortes e grande ondulação.

Praia do Abano
@hormi

17 – Praia Doce, em Salvaterra de Magos

Situada entre a vila de Salvaterra de Magos e a aldeia piscatória de Escaroupim, a 70 quilómetros de Lisboa, é uma praia tranquila, rodeada de vegetação que cresce à beira do Tejo. Tem parque de merendas, mesas, casas de banho e um areal não muito grande. Requalificada em 2015, também é conhecida pelas gentes locais como “Praia Dos Tesos”.

Praia Doce
@marcaltrindade

18 – Praia Fluvial Olhos de Água, em Alcanena

Esta praia fluvial deve o nome à nascente do rio Alviela, que surge à superfície uns metros mais acima com águas límpidas e frescas. Embora faça as delícias de miúdos e graúdos, é particularmente apreciada pelos mais novos porque, aqui, conseguem ter pé e ver o fundo. Faz parte de uma agradável zona de lazer, com áreas de merendas, um parque infantil e até um parque de campismo.

Praia Fluvial Olhos de Água
@viajarentreviagens.pt

19 – Praia de Galapinhos, na Arrábida

Apesar de ter sido considerada como uma das melhores praias da Europa por várias publicações estrangeiras, ainda é um segredo para muitos portugueses. Os acessos não são propriamente fáceis, mas lá em baixo oferece um enquadramento incrível, com o verde da serra e os tons fortes do mar a assumirem o protagonismo. O cenário não podia ser mais “instagramável” e as águas calmas convidam a um mergulho.

Praia dos Galapinhos
@alessia.lup

20 – Praia do Portinho da Arrábida, na Arrábida

É um dos postais ilustrados da Arrábida e facilmente se percebe porquê: rodeada pela serra, de longo areal e águas límpidas, oferece um belo cenário, onde também entram meia dúzia de casas e um par de restaurantes. Em 2010 foi considerada uma das Sete Maravilhas de Portugal.

Praia do Portinho da Arrábida
@Pemanuelp

Foto de capa: @alessia.lup