10 murais de arte urbana para descobrir em Lisboa - Lisboa Secreta
×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Made in L

10 murais de arte urbana para descobrir em Lisboa

By Inês Santos Fevereiro 18, 2020

Nos últimos anos, Lisboa tem ganho destaque no roteiro mundial da arte urbana. 🎨🖌️

De artistas nacionais aos mais célebres nomes internacionais, são inúmeros os artistas que têm dado nova vida às paredes e fachadas da capital. Vem connosco descobrir as 10 peças mais icónicas.

Por ter a cidade como tela, a arte urbana é moldável e plástica e acompanha as mutações citadinas. Algumas peças durante escassos meses, outras alguns anos, e o seu desaparecimento é fruto de demolições de prédios ou reestruturações arquitetónicas permanentes. Embora algumas das nossas peças favoritas tenham já desaparecido (como a da imagem em destaque de PIXELPANCHO, destruída em 2016), conseguimos ainda eleger uma dezena de intervenções que se mantêm visíveis no início de 2020. Só não sabemos por quanto tempo…

1 – Shepard Fairey

Foi em 2017 que o artista americano Shepard Fairey, autor do cartaz “Obama Hope”, pintou este mural na rua que liga a Rua da Graça a Sapadores. O criador, responsável também pelo projeto Obey, esteve em Lisboa a convite da galeria e plataforma criativa Underdogs e criou ainda outro mural em colaboração com Vhils. Podes encontrá-lo no número 2 desta lista.

Morada: Rua Natália Correia, 11 (Graça)

Foto: @under-dogs.net | Jon Furlong

2 – Shepard Fairey x Vhils

Dois dos maiores artistas da arte urbana global juntaram forças em 2017 e daí nasceu uma das fachadas mais criativas da cidade. O norte-americano Shepard Fairey uniu-se ao mais célebre street artist português, Alexandre Farto aka Vhils, e juntos criaram uma intervenção na parede lateral de um prédio da Rua Senhora da Glória.

Morada: Rua Senhora da Glória (Graça)

Foto: @under-dogs.net | Jon Furlong

3 – AkaCorleone

O artista português AkaCorleone é já um nome sonante da arte urbana – o campo de basquetebol que pintou no Campo Mártires da Pátria foi divulgado nos quarto cantos do globo. O mural “Desassossego”, também na zona da Graça, foi pintado em 2015 e inspira-se em Fernando Pessoa.

Morada: Rua Damasceno Monteiro, 21 A (Graça)

Inscreve-te para um dos passeios mais marcantes pela artística cidade de Lisboa.

Foto: @under-dogs.net

4 – PichiAvo

O ano de 2018 trouxe um novo mural à zona de Santa Apolónia. A autoria é do coletivo espanhol PichiAvo e foi também a galeria Underdogs a responsável pela encomenda. A peça apresenta o deus Poseidon a encarar o Tejo.

Morada: Calçada de Santa Apolónia, 65 (Santa Apolónia)

Foto: @under-dogs.net | José Pando Lucas

5 – Bordalo II

A série Big Trash Animals de Bordalo II tem tomado conta da cidade, numa lógica de sensibilização ambiental e denúncia da sociedade de consumo. Isto porque as obras deste artista nacional são feitas a partir de lixo, como é o caso desta “Half fox”.

Morada: Avenida 24 de Julho, 28 (Santos)

Foto: @galeriadearteurbana

6 – Frederico Draw e Ergo Bandits

Para celebrar a abertura da nova Casa da Cultura de Cabo Verde em Lisboa, o artista Frederico Draw e o coletivo Ergo Bandits conceberam, em 2019, um mural intitulado “Batuko”. Batuko faz referência à tradicional dança de Cabo Verde e a peça faz alusão a esta tradição africana.

Morada: Rua de São Bento, 640 (Rato)

Reserva o teu lugar na tour de arte urbana pelos graffitis mais marcantes de Lisboa.

Foto: @fredericodraw.com

7 – Catarina Glam

A edição de 2019 do Festival MURO levou a arte urbana até ao Lumiar e Catarina Glam foi uma das artistas que fez parte do certame. O tema da edição passada do festival era a música e, por isso, a obra criada – chamada de “A Fadista” – retrata o fado. Pode ler-se “De quem eu gosto, nem às paredes confesso”, parte do popular tema “Nem As Paredes Confesso” celebrizado por Amália Rodrigues.

Morada: Alta de Lisboa (Lumiar)

Foto: @iamcatarinaglam

8 – INTI

O artista chileno INTI também deixou a sua marca em Lisboa numa obra que foi realizada com selo Underdogs. A peça data de 2016 e “La Madre Secular” é o seu título.

Morada: Rua Veríssimo Sarmento, 52 (Olaias)

Foto: @under-dogs.net

9 – Felipe Pantone

É a intervenção mais minimalista desta lista mas adoramos a sua simplicidade e o jogo de cores a grande altitude. Este mural de 45 metros foi criado em 2017 por Felipe Pantone, artista argentino-espanhol que se deslocou a Lisboa a convite da LisbonWeek.

Morada: Praça Bernardino Machado (Quinta das Conchas)

Foto: @under-dogs.net

10 – Kruella d’Enfer

Em 2017, o Festival MURO – dinamizado pelo Galeria de Arte Urbana da CML – convidou 17 artistas a intervirem em paredes laterais de vários prédios na zona de Marvila. A artista visual e ilustradora portuguesa Kruella d’Enfer foi uma das criadoras em destaque e concebeu o mural “Oferenda”.

Morada: Rua Alberto José Pessoa (Marvila)

Foto: @bkpk.me

Aproveita esta oportunidade, todos os sábados às 15 horas.

Se quiseres acompanhar-nos num roteiro pela arte urbana do bairro da Graça, confere o vídeo…