×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Guias Secretos Natureza & Bem-estar O Que Fazer

Roteiro pelos Lagos e Fontes dos Jardins do Palácio de Queluz

Valter Leandro Valter Leandro - Editor

Lago de Neptuno

Nos jardins do palácio vais encontrar dezenas de estátuas, fontes, lagos, uma horta e um pórtico da fama, só para darmos alguns exemplos. ⛲🌳

Referência do barroco-rococó em Portugal, os jardins do Palácio Nacional de Queluz estão ocupados por várias estátuas, fontes e lagos.

A melhor forma de os conheceres é ires até lá, mas neste artigo vamos oferecer-te uma pequena apresentação do que por lá vais encontrar.

Palácio Nacional de Queluz
©PSML:José Marques Silva

No passado dia 1 de outubro, Dia Mundial da Água, a Parque de Sintra, entidade que gere os mais importantes valores naturais e culturais situados na zona da Paisagem Cultural de Sintra e em Queluz, concluiu a recuperação dos jogos de água dos Jardins do Palácio Nacional de Queluz.

Os trabalhos incluíram o restauro das cantarias, dos grupos escultóricos e das infraestruturas dos Bosquetes, do Jardim de malta, do Jardim Pênsil e do Jardim Botânico, assim como várias intervenções no sistema hidráulico das fontes e lagos existentes nos vários jardins do Palácio Nacional de Queluz, que inclui 18 destes equipamentos.

Os lagos e fontes do Palácio Nacional de Queluz são decorados com esculturas em mármore, calcário e chumbo e com delicados jogos de água que criam cenários sumptuosos, um espetáculo que tens mesmo de visitar.

Não vamos desvendar todos os pormenores de cada um destes lagos e fontes, mas fica aqui um roteiro pelos que mais gostamos.

Cascata Grande

Construída entre 1772 e 1777, a Cascata Grande fica localizada no Bosquete, no fim do eixo central do Jardim Pênsil, e foi desenhada por Jean-Baptiste Robillion.

É composta por um enrocamento calcário enquadrado por uma moldura em lioz, de onde se destacam as duas pilastras sobre as quais se encontram dispostas duas fénix e um arco com volutas e motivos vegetalistas de contornos rocaille.

A água sai da boca das figuras das fénix e da carranca central, escorrendo pelo enrocamento e caindo na bacia oval revestida a azulejo do séc. XX, com moldura lavrada de motivos vegetalistas e marinhos (conchas e búzios), com murete exterior argamassado.

Cascata Grande
©PSML:José Marques Silva

Lago da Nereida

Fica localizado em pleno Jardim Pênsil e é composto por uma bacia externa em calcário de lioz, com molduras geométricas e duas figuras de leões em mármore.

Possui ainda uma bacia interna também em calcário de lioz, em forma de concha, rodeada por embrechado e suportada por seis tritões e decorada por um grupo escultórico em chumbo, de onde saem os jogos de água através da principal figura Nereida/Tétis, além de golfinhos e meninos fontanos.

Publicidade

Lago da Nereida
©PSML:José Marques Silva

Lago de Malta

Fica no Jardim de Malta e possui uma bacia recortada em pedra de lioz e uma moldura pontuada por seis dragões por onde é expelida água.

O grupo de esculturas central é de chumbo, composto por três putti que agarram uma figura em forma de golfinho, pela qual da boca sai um outro repuxo.

O fundo, as paredes interiores da bacia e a caixa salva-peixes são revestidos de azulejos do século XX.

Lago de Malta
©PSML:José Marques Silva

Lago das Medalhas

Vais encontrar o Lago das Medalhas no Jardim Novo, tendo sido criado por Jean-Baptiste Robillion, em 1764.

A bacia apresenta um formato octogonal em calcário de lioz e é recortada e truncada por oito pequenas bacias ovais, ladeadas por ornatos vegetalistas.

De cada uma destas bacias sai um jato de água e, ao centro, vais encontrar um grupo de esculturas em pedra decorado por elementos vegetalistas, onde também se encontram quatro mascarões, quatro meninos sentados em golfinhos e três dragões (um deles em recuperação), além de uma fénix, todos em chumbo. Cada uma destas figuras tem um repuxo de água.

©PSML:José Marques Silva

Lago do Neptuno

Também situado no Jardim Pênsil, o Lago do Neptuno é um dos mais imponentes nos jardins do Palácio Nacional de Queluz.

Apresenta uma bacia circular com balaustrada geométrica em calcário de lioz onde vais encontrar quatro serpentes marinhas enroladas em esferas que deitam água pela boca; quatro senhoras com vieiras na mão, para onde um menino deita água a partir de um cântaro; e, no grupo central de esculturas em chumbo, encontras o majestoso Neptuno, uma musa, meninos marítimos, golfinhos e algas, de onde também jorram repuxos de água.

Lago de Neptuno
Foto por ©PSML:José Marques Silva

Mais de 18 atrações com repuxos de água

Estes são apenas alguns dos lagos e fontes que vais encontrar nos principais jardins dos Palácio Nacional de Queluz, mas existem muitos mais: Lago de Abel e Caim, Fonte do Dragão, Tanque do Curro, Lago da Preguiça, Lago do Jardim Botânico, Lago do Dragão, Cascata das Conchas, Lago da Horta dos Príncipes, Lago das Conchas, Fonte dos Passarinhos, Lago dos Macacos, Fontana e Grupo dos Meninos. Encontra-os neste mapa.

Será que conheces os maiores segredos do Palácio Nacional de Queluz? Espreita aqui!

10 segredos e curiosidades sobre o Palácio de Queluz

Tags: Exposição