×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Notícias

O que podes e o que não deves fazer neste confinamento

Valter Leandro Valter Leandro - Editor

O que podes e o que não deves fazer neste confinamento

A regra principal é simples e muito clara: “ficar em casa”. Contudo, há coisas que tens mesmo de fazer… e outras que não podes mesmo. Conhece-as aqui! 🛑

O primeiro-ministro António Costa anunciou ontem que Portugal entra num novo confinamento geral já a partir do dia 15 de janeiro, que se prolongará, pelo menos, durante 15 dias, altura em que será realizada uma reavaliação do estado das coisas.

Como já vem sido habitual, o Governo elaborou uma extensa lista em que as deslocações são autorizadas, que aqui vamos resumir com as que são mais comuns à maioria dos portugueses:

  • Os eleitores podem sair para votar nas eleições presidenciais nos dias 17 e 24 de janeiro;
  • Uma vez que os supermercados, mercearias, farmácias e dentistas e outros serviços de bens essenciais vão manter-se abertos sem restrição de horário, poderás deslocar-te livremente a qualquer um destes locais;
  • Sendo que os restaurantes e cafés só poderão funcionar em regime de take-away ou entrega ao domicílio, podes deslocar-te até estes espaços para levantar as tuas encomendas;
  • As feiras e os mercados que vendem produtos alimentares estarão abertos, por isso também te podes deslocar até estes locais;
  • Apesar de os serviços públicos se manterem abertos, terás de fazer marcação prévia e, só depois, a devida deslocação;
  • É permitido ir a funerais, ainda que condicionado pela fixação de um limite máximo de presenças por parte das autoridades de cada localidade;
  • Podes fazer o teu exercício habitual ao ar livre, desde que sozinho ou com quem coabites.
@arek-adeoye

Da mesma forma que existem estas autorizações, foram lançadas uma séries de recomendações sobre o que não podes fazer, ou locais onde não poderás ir:

Publicidade

  • Os cabeleireiros e as barbearias estarão encerradas;
  • Todos os eventos públicos estão proibidos, exceto as ações de campanha eleitoral e as celebrações religiosas, desde que em conformidade com as normas da Direção-Geral da Saúde;
  • Também não poderás frequentar equipamentos culturais como museus, teatros ou cinemas;
  • Os ginásios, pavilhões e recintos desportivos também permanecerão fechados;
  • É ainda proibido o consumo de bebidas alcoólicas em espaços ao ar livre.
@daniel-wirtz

Foto de capa: @arturcarvalho