×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Notícias

CORONAVÍRUS: terceiro Estado de Emergência prevê a abertura da economia do país

Valter Leandro Valter Leandro - Editor

Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa anuncia aprovação do decreto para o Estado de Emergência

Serviços e empresas podem abrir de forma gradual durante o terceiro Estado de Emergência. 🏪🤝🏭

O Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa dirigiu-se ontem, dia 16 de abril, a todos os portugueses para anunciar a aprovação do decreto que dará luz verde ao terceiro Estado de Emergência no nosso país, que entrará em vigor já a partir da meia-noite de 18 de abril com previsão de fim às 23h59 do dia 2 de maio.

Para a presidência, nestes tempos de pandemia da covid-19, “é indispensável” continuar com este estado de alerta, sendo que considera que possam ser levantadas algumas restrições, nomeadamente a reativação gradual e faseada da economia, nomeadamente serviços, empresas e estabelecimentos, devidamente adaptadas a cada setor, dimensão e localização.

Para a maior parte das pessoas, o país permanecerá “fechado”, mantendo-se o trabalho remoto e o controlo sobre a circulação das pessoas.

Apesar de já se começar a ver a luz ao fundo do túnel, nem o Presidente da República nem o Primeiro-ministro António Costa deram como certa o fim deste tipo de decisões. Mais uma vez, se no final deste período a avaliação for negativa, pode haver um quarto Estado de Emergência.

Publicidade

Recorda aqui todas as medidas do Estado de Emergência declarado a 19 de março.

Foto de capa: © 2016-2019 Presidência da República Portuguesa