7 sítios que tens de conhecer na Lourinhã

Roteiro obrigatório pela capital dos dinossauros

A apenas uma hora de Lisboa, a Lourinhã é um concelho carregado de história, que começa há muitos milhões de anos, no tempo em que os dinossauros habitavam estas paragens.

Hoje, ainda é possível ver esses vestígios, seja nas arribas costeiras, no Museu da Lourinhã e, claro, no Dino Parque, uma das principais atrações turísticas da zona Oeste do país.

Mas há muito mais para ver e fazer, como visitar as igrejas e conventos da vila, passear pelas zonas rurais e descobrir as mais de 10 praias do concelho, algumas quase selvagens. Ora vê o nosso roteiro e… vai passear!

1. Dino Parque

Aberto em 2018, rapidamente se tornou a maior atração da Lourinhã, recebendo visitantes de todo o país e de todas as idades. Apresentando-se como “o maior museu ao ar livre em Portugal”, este parque temático dedicado aos dinossauros revela mais de 180 modelos de diferentes espécies, todos em escala real, divididos por vários períodos da história da Terra. A estes junta-se agora um novo percurso (desde 2019), dedicado aos Monstros Marinhos.

Nos 10 hectares do Dino Parque também há um museu, com fósseis de dinossauros encontrados na Lourinhã, uma zona de experimentação (para escavações e pinturas) e um laboratório, onde é possível assistir ao trabalho dos paleontólogos.

Foto: @dinoparquelourinha

2. Praias

Com 12 quilómetros de costa, a Lourinhã tem mais de uma dezena de praias por todo o concelho, a maioria com areais extensos e cenários incríveis, mas também águas agitadas e algo frias.

Algumas são conhecidas por todos, como a do Areal ou a da Areia Branca (no centro da vila), mas outras continuam autênticos segredos (para quem não é da região), ideais para quem gosta de estar longe das multidões. Entre elas estão, por exemplo, as praias do Zimbral, Valmitão, Vale Frade e Porto Dinheiro.

Foto: @j.m.cam

3. Igreja de Santa Maria do Castelo

Edificado na segunda metade do século XIV, o templo religioso mais importante do concelho tem características góticas e é dedicado a Santa Maria. Passou por diferentes fases de construção, sobretudo em finais do século XVII, altura em que as fachadas foram emparedadas com pedras do antigo castelo.

Foto: @lourinhaatalaia.pt

4. Museu da Lourinhã

Situado no centro da vila da Lourinhã, este museu orgulha-se de ter a maior coleção ibérica de fósseis de dinossauros do Jurássico Superior e uma das mais importantes a nível mundial. Aqui estão guardados fósseis com 150 milhões de anos e vestígios dos dinossauros que outrora habitavam a região da Lourinhã.

O Museu da Lourinhã conta ainda com secções de arqueologia, arte sacra e etnografia, uma das maiores do Oeste do país.

Foto: @GEAL-Museu-da-Lourinhã

5. Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro

No exato local onde aconteceu a batalha que pôs fim à Primeira Invasão Francesa, este espaço dá a conhecer os episódios que marcaram um dos períodos mais marcantes do nosso país. Além do campo de batalha, os visitantes ficam ainda a conhecer o armamento, fardamento e documentos da época.

Mediante marcação antecipada, o Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro (CIBV) organiza visitas guiadas, percursos pedestres e Battle Tours.

Foto: www.visitportugal.com

6. Forte do Paimogo

Situado sobre as arribas da Praia de Paimogo, com vistas incríveis para a região envolvente, o forte de Nossa Senhora dos Anjos de Paimogo foi construído no século XVII, após a proclamação da Independência de Portugal.

Nos arredores, foi identificada uma zona de nidificação de dinossauros.

Foto: @miscastillos.blog

7. Parque da Fonte Lima

Construído à volta da uma fonte natural com água potável, este parque oferece mais de 10.000 m² de áreas dedicadas ao lazer, como um parque infantil, um café e zonas de merendas com muitas sombras.

Foto de capa: @jakob.go.north

Tags:

';return t.replace("ID",e)+a}function lazyLoadYoutubeIframe(){var e=document.createElement("iframe"),t="https://www.youtube.com/embed/ID?autoplay=1";t+=0===this.dataset.query.length?'':'&'+this.dataset.query;e.setAttribute("src",t.replace("ID",this.dataset.id)),e.setAttribute("frameborder","0"),e.setAttribute("allowfullscreen","1"),this.parentNode.replaceChild(e,this)}document.addEventListener("DOMContentLoaded",function(){var e,t,a=document.getElementsByClassName("rll-youtube-player");for(t=0;t