5 sítios cool e descontraídos que tens (mesmo!) de conhecer em Lisboa - Lisboa Secreta
×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
O Que Fazer

5 sítios cool e descontraídos que tens (mesmo!) de conhecer em Lisboa

By Nelson Rodrigues Julho 8, 2020

Lisboa quer voltar a estar na moda e a cidade já começa a mexer. Aproveita para visitar já os spots mais descontraídos da cidade. 😎👌

Assim, escolhemos uma mão cheia de locais que vale mesmo a pena (re)visitares, desde restaurantes a bares, passando por um hostel e até uma peça de teatro. Ora toma nota da lista, vai até lá e, já agora, partilha as tuas fotografias com o #minhalisboasecreta. O melhor da cidade passa por aqui.

Para comer e beber, e apreciar as vistas: Madame Petisca

Podíamos falar na vista maravilhosa sobre o rio Tejo que faz um postal perfeito de Lisboa, mas neste espaço, em pleno Miradouro de Santa Catarina, podes provar vários petiscos e vinhos nacionais: tábua de queijos ou enchidos e uma gama distinta de vinhos à tua escolha, desde tinto, branco, verde e rosé.

O Miradouro do Adamastor, como é mais conhecido, já é um clássico lisboeta, mas o grande segredo é encontrar um bom lugar sentado para assistires ao melhor pôr-do-sol da cidade. Não procures mais! O Madame Petisca fica no terceiro andar, num belíssimo edifício que já foi, contam as lendas, uma perfumaria francesa.

@Madame Petisca

Onde dormir como um anjo: HUB New Lisbon

Por alguma razão foi considerado um dos melhores hostels (médios) do mundo nos “Hoscars”, uma espécie de Óscares dos hostels, organizados pela Hostelworld.

Aberto desde o final de 2015, o Hub New Lisbon é giro e descontraído, desde a receção aos quartos, passando pelas áreas comuns. E aqui, não podíamos deixar de falar da famosa e super instagramável piscina de bolas, onde é possível nadar e dar mergulhos em seco, ou antes, em milhares de bolas.

Para compor o ramalhete, a localização também é perfeita, entre o boémio Bairro Alto e o Trendy Príncipe Real. Os turistas já se renderam a este hostel mas, acredita, até os lisboetas deviam tirar uma noite só para descobri-lo.

Se gostas de conhecer pessoas novas, estar num ambiente confortável mas divertido, e sobretudo novo, conhece os melhores hostels onde podes passar a noite.

@hubnewlisbonhostel

Onde ouvir a melhor música: Musicbox

É a nossa caixinha de surpresas preferida do Cais do Sodré. Este clube, na famosa Rua Cor de Rosa, junta o melhor de um bar, de uma discoteca e de uma sala de espetáculos e tanto nos faz ouvir hip-hop, rock, punk, eletrónica ou outras sonoridades mais experimentais. Também por isso, mistura várias tribos no mesmo espaço, provando que, afinal, a música é capaz de juntar tudo e todos.

Tendo em conta a epidemia por coronavírus, este espaço está encerrado até que as condições para a abertura deste tipo de locais possam reabrir com todas as condições de segurança. Mas isso não implicou que esta equipa de profissionais cruzasse os braços e, num desafio feito à EGEAC Cultura em Lisboa e ao Teatro Municial São Luiz, apropriaram-se deste último espaço para organizar um ciclo de concertos (9 sessões de música) de 9 a 12 e de 15 aq 19 de julho, com bandas como Linda Martini (dia 9), Márcia (dia 15), The Legendary Tigerman (dia 16) ou Moullinex (dia 17).

@Ana Viotti

Onde encontrar com os amigos: Level Eight Rooftop

Este rooftop tem tudo para nos deixar de boca aberta. Desde logo, pelas vistas espetaculares, com o Parque Eduardo VII e o Jardim Botânico em primeiro plano, mas também pelos petiscos, pela já famosa carta de cocktails e pelos DJ sets que dão ritmo a este oitavo andar na Rua Castilho. O fator wow é garantido! 

@Level Eigth Rooftop & Bar

Que peça de teatro ver: Monólogos da Vagina

O Teatro Armando Cortez foi o primeiro a reabrir após três meses de encerramento e já voltou a receber o carinho do público e a proporcionar-lhes o melhor que o teatro tem para oferecer. Voltaram a ser ouvidas gargalhadas e o som das palmas voltou a aquecer aquelas salas. O espírito do teatro voltou a ser sentido, como deve sempre ser: no palco e na audiência, por todos, ao mesmo tempo.

Os “Monólogos da Vagina” voltaram a subir aos palcos, numa peça protagonizada por Teresa Guilherme, Vera Kolodzig e Carla Andrino, que fala sobre a experiência feminina. A peça aborda um tema atual e que gera alguma controvérsia, mas que deve ser falado e sem tabus.

monólogos da vagina

Foto de capa: @raghu-nayyar-wuvr