10 sítios que tens de visitar em Loures - Lisboa Secreta
×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
O Que Fazer

10 sítios que tens de visitar em Loures

Roteiro obrigatório de um concelho surpreendente

By Nelson Rodrigues Agosto 31, 2020

Loures não é propriamente um destino turístico óbvio, mas tem muito mais para descobrir do que pensas.

Desde palácios e igrejas seculares, a museus dos mais diversos temas, este concelho às portas de Lisboa promete surpreender-te com a história e cultura que guarda.

Queres ir até lá? Dá uma vista de olhos pelo nosso roteiro e põe-te a caminho desta terra de contrastes.

1 – Museu do Vinho e das Vinha, em Bucelas

A tradição vinícola do concelho, em particular da região de Bucelas, revela-se neste museu com duas áreas principais. Numa delas está a exposição permanente, dedicada ao vinho, à vinha e às vindimas, enquanto o mezanino é utilizado para exposições temporárias.

Acolhe ainda uma loja, oficinas, um centro de documentação sobre o vinho e outro relacionado com as Guerras Peninsulares.

@Câmara Municipal de Loures

2 – Museu da Cerâmica de Sacavém

Onde antes existia a Fábrica de Loiça de Sacavém, está agora um interessante museu dedicado à cerâmica e ao património industrial de Loures. Galardoado com vários prémios nacionais e internacionais, tem várias salas de exposições, oficinas, um auditório e um centro de documentação.

@GualdimG

3 – Museu Municipal de Loures, em Santo António dos Cavaleiros

Situado num antigo convento de frades franciscanos, este museu inaugurado em 1998 dá a conhecer a história, a etnografia e a arqueologia do concelho de Loures. Tem duas salas de exposições, um centro de documentação e uma cafetaria com esplanada.

@Câmara Municipal de Loures

4 – Galeria Municipal Vieira da Silva

Espaço cultural situado no primeiro piso do antigo Pavilhão de Macau da Expo 98, no Parque da Cidade de Loures. Recebe as mais diversas exposições e outros eventos.

@faceroute

5 – Palácio do Correio-Mor, em Loures

Construído no século XVIII pelo arquiteto italiano António Canevaria, este imponente palácio pertenceu a Luís Gomes de Elvas Coronel, correio-mor da época que administrava todos os serviços postais do reino.

Na fachada, destacam-se dois grandes arcos, por onde entravam e saíam as carruagens postais, e entre eles há uma bela fonte onde os cavalos bebiam água. No piso térreo, também vale a pena admirar as cocheiras, as cavalariças, o lagar e cozinha velha. Já no piso nobre, as salas revelam valiosos azulejos, pinturas seculares e tetos trabalhados.

@victorrmgm

6 – Largo Monumental, em Santo Antão do Tojal

O Palácio dos Arcebispos, a Igreja Matriz, a Fonte Monumental e o Aqueduto (com dois quilómetros e 90 arcos) compõem um conjunto monumental de características barrocas, construído no século XVIII.

Tal como o Palácio do Correio-Mor (e o Aqueduto das Águas Livres, em Lisboa) também tem autoria do arquiteto italiano António Canevari.

@Paulo Juntas

7 – Castelo de Pirescoxe, em Santa Iria da Azóia

Com origens no século XV, não é propriamente um castelo, mas um paço senhorial típico da nobreza de finais da Idade Média.

Hoje, acolhe uma galeria municipal, inaugurada em 2001, que além das exposições temporárias, também dá a conhecer a história deste monumento.

@Património Cultural

8 – Igreja de Santa Maria de Loures

Dedicada a Nossa Senhora da Assunção, esta bela igreja tem origens numa antiga capela templária. No seu interior, destacam-se as pinturas decorativas do século XVII, os retábulos de talha dourada e uma tela seiscentista que representa a comunhão de Santa Margarida de Cortona.

@Paulo Juntas

9 – Convento de Nossa Senhora dos Mártires da Conceição, em Sacavém

Construído no século XVI no lugar de um antigo oratório (dedicado a Nossa Senhora dos Mártires), acolheu uma ordem religiosa até 1877, altura em que passou a pertencer ao Ministério da Guerra.

@adaloures.pt

10 – Parque da Cidade de Loures

Com mais de quatro hectares, é um dos mais agradáveis espaços verdes da cidade. Além de acolher a Galeria Municipal Vieira da Silva (no antigo Pavilhão de Macau da Expo 98), tem ainda dois parques infantis, zonas de merendas, um circuito de manutenção e um pavilhão polidesportivo.

visitlisboa.com

Foto de capa: @silvacarvalhocatering.com