Uma viagem eletrizante por Lisboa

Vem daí descobrir a cidade num carro da Live Electric Tours

Nos tempos que correm, não faltam formas de passear por Lisboa. Sim, mas o autocarro só passa quando lhe apetece, o elétrico anda sempre apinhado e as trotinetes não se dão bem com o empedrado dos bairros históricos.

Então, qual a melhor maneira de descobrir a cidade de uma ponta à outra? Nós também fizemos essa pergunta várias vezes e, de repente, vruuuum, a resposta passou mesmo à nossa frente. Na porta dizia Live Electric Tours.

Vai daí, fomos pesquisar, e descobrimos que é uma empresa portuguesa com carros 100% elétricos – os pequenos Renault Twizy – que desafia turistas e locais a descobrirem a capital de uma forma bem original.

E ainda lhe junta outro argumento irresistível: todos os veículos (com dois lugares) têm uma câmara ligada à internet que permite aos utilizadores transmitirem a viagem em direto, através das redes socias.

Foto: Nelson Jerónimo Rodrigues

É claro que já não descansávamos enquanto não tivéssemos um nas mãos, por isso, pouco tempo depois aí estávamos nós a passear cheios de estilo por Lisboa. Queres saber como correu? Vem daí connosco!

Da Lx Factory à Praça do Comércio… ligados à corrente

Embora seja possível andar pela cidade sem destino certo, a Live Electric Tours tem vários circuitos pré-definidos, cada um como o seu tema, como o Lisboa moderna, o Lisboa alternativa, o Lisboa dos miradouros ou o Lisboa pelo rio. Só faltava mesmo um inspirado em nós… o Lisboa Secreta.

Destes todos, escolhemos o passeio ribeirinho, com partida da Lx Factory e chegada na Praça do Comércio. Escusado será dizer que bastaram poucos minutos para termos turistas japoneses a tirarem-nos fotografias, brasileiros a quererem entrar lá dentro e espanhóis a perguntarem onde podiam alugar um igual.

Primeira sensação: é bem mais fácil de onduzir do que parece, já que as mudanças são automáticas e o tamanho reduzido permite-nos passar por qualquer lado. Além disso, o facto de ter GPS também ajuda, tal como o guia áudio (disponível em três línguas) que nos vai contando várias histórias e curiosidades sobre os locais que passamos.

Deixando Alcântara, seguimos rumo a Belém pela Rua da Junqueira, com passagem pela Cordoaria Nacional, Mosteiro dos Jerónimos e CCB. Um pouco mais à frente, o viaduto antes de Algés deixou-nos do outro lado da linha férrea, já na Avenida Brasília.

Foto: Nelson Jerónimo Rodrigues

A primeira paragem foi junto à Torre de Belém e, enquanto os outros carros andavam às voltas para estacionar, nós encontrámos facilmente um cantinho para deixar o Twizy. Afinal, apenas 2 metros de comprimento cabem em qualquer lado.

E tu, gostavas de conduzir um destes carros? Descobre como aqui e aproveita este 2×1.

Continuando o passeio, passámos junto às bombas de combustível da Doca de Belém e, claro, seguimos em frente, porque gasolina era coisa que o nosso carro não precisava. A bateria ainda estava bem cheia, já para não falar dos benefícios deste tipo de veículos para o ambiente.

Nesta altura, já os nossos amigos nos seguiam pelas redes sociais, graças ao live streaming (e ao wi-fi grátis) que torna a experiência ainda mais divertida. A Live Electric Tours foi mesmo a primeira startup do mundo a introduzir esta tecnologia. Por essas e por outras é que recebeu o prémio de melhor startup da Europa, na categoria de turismo.

Foto: Nelson Jerónimo Rodrigues

Voltando à estrada, fizemos mais uma paragem junto ao MAAT (nunca nos cansamos de ver este incrível edifício) e seguimos pela Avenida da Índia até às Docas de Santo Amaro, para bebermos um copo e tirarmos algumas fotos. São as vantagens do self drive: paramos sempre e quando quisermos.

Pelo caminho, experimentámos carregar um pouco mais no acelerador, mas logo ouvimos um aviso sonoro a dizer que estávamos ultrapassar a velocidade máxima aconselhada.

Depois, o GPS aconselhou-nos a optar pela Rua da Cintura do Porto de Lisboa (bem menos agitada que a Avenida 24 de Julho), que nos deixou num instante no Cais do Sodré.

Daí, até à zona da Praça do Comércio (o nosso destino final) foi mais um pulinho, numa viagem bem divertida, original e com 0% de emissões. O ambiente agradece, e nós também, que lá descobrimos uma bela forma de descobrir a cidade por conta própria.

O próximo podes ser tu. Passamos-te o volante?

Foto: @liveelectrictours

Foto de capa: Nelson Jerónimo Rodrigues

Tags:

';return t.replace("ID",e)+a}function lazyLoadYoutubeIframe(){var e=document.createElement("iframe"),t="https://www.youtube.com/embed/ID?autoplay=1";t+=0===this.dataset.query.length?'':'&'+this.dataset.query;e.setAttribute("src",t.replace("ID",this.dataset.id)),e.setAttribute("frameborder","0"),e.setAttribute("allowfullscreen","1"),this.parentNode.replaceChild(e,this)}document.addEventListener("DOMContentLoaded",function(){var e,t,a=document.getElementsByClassName("rll-youtube-player");for(t=0;t