×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Notícias

Supermercados não podem vender roupa, livros e objetos de decoração durante o confinamento

Valter Leandro Valter Leandro - Editor

Supermercados não podem vender roupa, livros e objetos de decoração durante o confinamento

O ministro de Economia comunicou que os supermercados estão impedidos de vender roupa, livros e objetos de decoração durante o período de confinamento.

Com muitas destas superfícies comerciais a possuírem, nos seus espaços, zonas onde comercializam outros artigos além dos vários géneros alimentícios, esta notícia vem repor a justiça no que diz respeito ao encerramento obrigatório de estabelecimentos que vendem, precisamente, os produtos indicados.

Assim, os supermercados e hipermercados ficam impedidos, a partir da próxima semana, de vender artigos não alimentares, como roupa, livros ou outros objetos, confirmou ontem, dia 14 de janeiro, o ministro da Economia Pedro Siza Vieira, enquanto anunciava as medidas de apoio a este setor.

Publicidade

@markus-winkler

Foto de capa: @alexander-kovacs