×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Restaurantes

Sauvage: a selva nunca foi tão deliciosa

Nas Avenidas Novas, há sofisticação dos sabores do mundo com um twist português

By Inês Santos Agosto 20, 2019

Quando os sócios António Carrilho e Rui Jácome pensaram o seu novo espaço no Campo Pequeno, decidiram apostar na ode aos sabores do mundo com um twist português. E é essa a essência do Sauvage – um restaurante exótico, sofisticado, original, onde os cinco sentidos são estimulados.

Com 60 lugares sentados na parte interior e 24 na apetecível esplanada do pátio interior, o espaço prima pelo requinte sem descurar o ambiente descontraído. Às vezes, esquecemo-nos de que estamos em Lisboa — o corredor de plantas transporta-nos para a Amazónia, as aves exóticas dos quadros fazem-nos sonhar com paraísos tropicais. Os diferentes tons das madeiras que habitam o espaço contrastam com os azulejos pretos e brancos do chão e os candeeiros de vidro soprado fazem as delícias de todos aqueles que, como nós, acreditam que os detalhes fazem a diferença.

Foto: @restaurantesauvage

E a carta… A carta dá-nos vontade de experimentar tudo, pelas propostas arrojadas que oferece e pelos vários cantos do mundo que conseguimos percorrer através dos sabores, dos aromas e das cores dos ingredientes.

Trazendo para a carta algumas das tendências gastronómicas do momento (sejam da cozinha asiática, da mexicana ou da portuguesa), os mentores deste restaurante conseguiram, em colaboração com o Chef Ricardo Gonçalves, criar uma oferta única com pratos que não vais encontrar em mais lado nenhum de Lisboa — nem do mundo! Para entrada, há opções como o taco com recheio de carne de porco desfiada, alface romana e molho barbecue ou foie gras com pão de focaccia e espuma de café. Nos pratos principais, destacamos as secções “da horta”, “do mar” e “da terra”, onde se pode optar por magret de pato, lombo de bacalhau lascado ou salada de quinoa, apta para vegetarianos. A ideia de “selvagem” está sempre presente, seja através das acelgas, das folhas ou dos animais de caça que servem de matéria prima a algumas das receitas.

Os apreciadores de bom vinho também vão encontrar no Sauvage o pouso ideal. A carta traz propostas de pequenos produtores nacionais de regiões como o Alentejo, Douro ou Lisboa e a oferta incide na qualidade e na disponibilização de vinhos especiais, mais difíceis de encontrar noutras garrafeiras.

O destaque vai também para a carta de cocktails, composta por 12 opções refrescantes que reinventam fórmulas clássicas e que materializam receitas originais pensadas pelos bartenders do espaço. Os nomes dos cocktails fazem jus ao conceito selvagem que dá o mote ao Sauvage: King Kong, Baloo e Mowgli são alguns exemplos, todos deliciosos, visualmente apelativos e a fazer pairing com algumas das entradas da carta.

Foto: @restaurantesauvage

Importa sublinhar que o Sauvage está de portas abertas para todos os clientes que queiram apenas desfrutar de uma boa bebida num ambiente descontraído. Podes passar por lá até à 01h00 para beber apenas um cocktail no espaço de bar, logo à entrada — mas acreditamos que, mal vejas um nigiri de pato fumado a passar no corredor, vais querer ficar para uma refeição inesquecível!

De segunda a sexta-feira, este fine dining apresenta 2 menus de almoço, ideais para quem trabalha na zona e procura uma refeição saborosa a um preço justo. Por 10€, tens acesso a um menu composto por um prato de carne ou peixe, uma bebida sem álcool e um café. Já o menu executivo custa 15€ e permite optar por um prato de carne ou peixe, uma bebida com álcool, uma sopa ou doce do dia e um café.

Os dois sócios do Sauvage embarcam, em breve, numa nova aventura que trará um novo bar à zona do Cais do Sodré. Fica atento à Lisboa Secreta para mais novidades sobre este novo espaço noturno!

Sauvage

  • Morada: Avenida António Serpa, 9 A (Campo Pequeno)
  • Contactos: 21 134 59 98 | reservas@sauvage.pt
  • Horário: Segunda a Sexta | 12h00-15h30 e 19h00-23h30
    Horário: Sábado | 12h00-16h30 e 19h00-01h00