×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Notícias

Portugueses serão contactados por SMS para tomar a vacina contra a covid-19

Valter Leandro Valter Leandro - Editor

Portugueses serão contactados por SMS para tomar a vacina contra a covid-19

Estes contactos servem para a segunda fase do plano de vacinação, que só deverá começar a partir de abril.

Programado para começar apenas em janeiro, soube-se ontem, dia 17 de dezembro, que o plano de vacinação contra a covid-19 é para começar já no dia 27 de dezembro e vai incidir sobre os grupos prioritários da primeira fase (ver tabela em baixo).

Segundo avançou Francisco Ramos, coordenador da “task force” para este processo de vacinação,

A informação que temos é que as primeiras vacinas chegarão a Portugal ou dia 24 ou dia 26 de dezembro e estaremos em condições de iniciar a vacinação. Aliás, o que está combinado em termos europeus é que todos os 27 estados-membros iniciarão a vacinação de 27 a 29 de dezembro”.

Sabe-se ainda que a convocação da população para tomar a vacina deverá ser feita através de mensagem para o telemóvel.

A primeira mensagem que todos vão receber é se desejam ser vacinados e, só em caso de resposta afirmativa, é que receberão outra SMS para realizar o agendamento.

@Governo de Portugal

Os primeiros a serem vacinados

A primeira fase, entre dezembro e fevereiro, vai vacinar os grupos prioritários, cerca de 950 mil pessoas, que foram definidos segundo os dados que já se conhecem:

Publicidade

  • pessoas com mais de 50 anos com problemas coronários, renais ou pulmonares;
  • residentes em lares e unidades de cuidados continuados;
  • profissionais de saúde e de serviços essenciais.

Na segunda fase, durante o segundo semestre, serão vacinadas um total de mais de 2,7 milhões pessoas, em dois grupos de pessoas:

  • pessoas com mais de 65 anos sem doenças associadas;
  • pessoas com idades compreendidas entre os 50 e os 65 anos que tenham diabetes, cancro, insuficiência hepática e renal, obesidade e hipertensão.

A terceira fase contemplará o resto da população, sendo que a vacinação não é obrigatória, apenas recomendável.

Onde serão administradas as vacinas

O Serviço Nacional de Saúde será o responsável pelas administração da vacina contra a covid-19, em mais de 1200 pontos espalhados pelo país, nomeadamente nos Centros de Saúde.

Contudo, residentes em lares e internados em unidades de cuidados continuados serão vacinados nos próprios locais, assim como os profissionais de saúde serão vacinados nos respetivos serviços de saúde onde estão incorporados.