×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...

Portugal regressa ao Estado de Calamidade dia 1 de dezembro

Valter Leandro Valter Leandro - Editor

grupo de pessoas com máscara de proteção

Em virtude da subida do número de casos Covid-19, Portugal vai regressar ao Estado de Calamidade. Estas são as novas medidas.

Depois da reunião com o Infarmed no dia 19 de novembro, o Governo português reuniu uma semana depois, dia 25 de novembro, para lançar uma série de novas medidas na tentativa de controlar o aumento de casos Covid-19 no nosso país. 

Com o novo Estado de Calamidade, Portugal é obrigado a voltar a aplicar medidas restritivas para combater a pandemia, tendo que implementar uma série de medidas de forma a atenuar a proliferação registada nas últimas semanas.

Foram, por isso, restabelecidas algumas recomendações, que começam a ter efeito a partir de quarta-feira, dia 1 de dezembro.

As medidas que já conhecemos

Dia 1 de dezembro marca o início do novo Estado de Calamidade, que se aplica quando um país enfrenta uma situação extraordinária e imprevisível, como é o caso desta pandemia.

De entre as recomendações gerais, o destaque vai para a testagem regular e para a recomendação de teletrabalho.

A partir deste dia passa a ser obrigatório o uso de máscara em espaços fechados e recintos não excecionados pela Direção Geral da Saúde, assim como também será obrigatório possuir um certificado digital para:

  • entrar em restaurantes
  • estabelecimentos turísticos e alojamento local
  • eventos com lugares marcados

O teste negativo à Covid-19 é essencial para acederes:

  • às visitas a lares
  • às visitas a pacientes internados em estabelecimentos de saúde
  • a grande eventos sem lugares marcados
  • a recintos improvisados ou desportivos
  • às discotecas e aos bares
  • à entrada em território nacional
antónio costa apresenta novas medidas contra a covid-19
@antoniocostapm

Em 2022

Tendo em conta o que se passou no último mês de janeiro, altura em que se registaram mais vítimas de Covid-19, o Governo achou por bem indicar uma série de medidas ainda mais restritivas a partir do início do novo ano.

Neste sentido, declarou que entre 2 a 9 de janeiro serão tomadas algumas medidas que permitam conter os contactos:

  • o teletrabalho é obrigatório (desde que estejam reunidas as condições para a sua realização fora do escritório)
  • as aulas recomeçam apenas a 10 de janeiro
  • os bares e as discotecas vão encerrar

Não há dúvida que a vacinação contra a Covid-19 ajudou bastante o combate à pandemia, mas é imperativo respeitar todas estas regras no sentido de voltarmos ao “novo” normal o mais breve possível.

antónio costa apresenta novas medidas contra a covid-19
@antoniocostapm
Notícias