×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Natureza & Bem-estar

Photo Ark: a exposição que não deves perder durante as férias no Algarve

Podes visitá-la na Marina de Vilamoura até 30 de setembro

Nelson Rodrigues Nelson Rodrigues

Photo Ark: a exposição que não deves perder durante as férias no Algarve

Já estás a banhos ou de malas aviadas para o Algarve, mas não sabes o que fazer nas férias? Se procuras mais do que mergulhos e tardes ao sol, marca já na agenda uma ida a Vilamoura para visitares o Photo Ark.

Depois de Lisboa e do Porto, a exposição da National Geographic mais vista de sempre rumou ao sul do país com 80 fotografias que prometem emocionar e surpreender os visitantes, tal como tem acontecido em todo o mundo.

Estas fazem parte de uma “Nova Arca de Noé”, desta vez fotográfica, cuja missão é retratar as 12 mil espécies animais que vivem em cativeiro, criando um inédito (e gigantesco) arquivo de biodiversidade.

O objetivo foi traçado pelo fotógrafo norte-americano Joel Sartore, reconhecido fotógrafo da National Geographic, que nos últimos 14 anos já fotografou mais de 9 mil espécies, num total de 31.927 fotografias.

Uma das novidades desta mostra em Vilamoura é, precisamente, a espécie 9.000, um peixe colorido em risco de extinção, fotografado na República Checa.

Curiosamente, a espécie 8.000 – uma Toupeira-de-Água –  foi fotografada em Portugal, mais precisamente numa quinta do Douro. E, claro, também está em exposição no Algarve.

Além destas duas, vais poder ver um sem número de animais, desde pequenas borboletas e ratos a imponentes elefantes, rinocerontes ou felinos, passando por estranhos sapos, irrequietos macacos ou inseparáveis orangotangos.

Foto: @natgeo Alguns deles até poderão ficar extintos mais rápidos do que pensas. Para teres uma ideia, desde que Sartore começou este projeto já viu desaparecem mais de 10 espécies. E a comunidade científica alerta para um dado preocupante: em 2100, 50% das espécies existentes podem estar completamente extintas. Consegues imaginar um mundo sem animais?

É por isso que o fotógrafo e a National Geographic procuram, através deste projeto, “inspirar mentes, criar consciências e incentivar a ação: é necessário proteger, preservar e cuidar de todas as espécies do nosso planeta e, assim, leva-se até às pessoas o rosto destes animais, em fotografia”.

Haverá melhor altura para refletir sobre estas questões do que durante as férias? Sem a agitação do dia-a-dia, com todo o tempo do mundo e a família à volta, vais poder ver (ou rever) com outros olhos uma questão que diz respeito a todos. Só por isso, já vale a pena ir ao Photo Ark.

A exposição, patente na Marina de Vilamoura (junto ao Hotel The Lake Resort) está aberta todos os dias, de segunda a domingo, das 14h30 às 23h30.

O preço dos bilhetes varia entre os 5€ (criança; grátis até aos 4 anos) e os 10€ (bilhete inteiro), mas também há um ingresso familiar por 25€.

Publicidade

Foto: @natgeo

Foto de capa: @natgeo