×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Natureza & Bem-estar

Os melhores parques infantis nos arredores de Lisboa

Nelson Rodrigues Nelson Rodrigues

Os melhores parques infantis nos arredores de Lisboa

Pai! Mãe! Estamos fartos de ir sempre aos mesmos parques! Queremos experimentar sítios novos! Se já ouviste esta lenga lenga vezes sem conta, que tal dares um passeio até aos arredores de Lisboa para descobrires os parques infantis que há por lá.

É verdade que a capital tem muitos e bons parques – descobre aqui os melhores – mas, de vez em quanto, sabe bem variar. Ora vê as cinco sugestões que temos para ti (fomos testá-las todas), junta a família e… que comece a diversão!

Parque infantil do Jamor – Cruz Quebrada/Oeiras

Rodeado pelo verde do Parque Urbano do Jamor, este parque infantil é diferente da maioria, desde logo porque todos os equipamentos são de uma madeira amiga do ambiente, que não requer tratamentos químicos.

Aqui, os miúdos também encontram desafios pouco habituais, com destaque para o circuito de arborismo com pontes de corda e túneis suspensos. O estaleiro com escorrega, o baloiço-ninho e a casinha de estacas são outros sítios que eles vão gostar.

Foto: Nelson Jerónimo Rodrigues

Parque da Fantasia – Borel/Amadora

Com cerca de um hectare, este parque é um segredo bem guardado no bairro do Borel, na Amadora, a poucos minutos (de carro) de Lisboa. Logo à entrada, salta à vista um pórtico em forma de avioneta, simbolizando o pioneirismo da aviação na Amadora.

O castelo de madeira com escorrega e o slide (muitas vezes estragado) são as atrações preferidas dos miúdos. É também um bom local para fazer festas de aniversário, porque tem uma zona coberta com mesas.

Foto: Nelson Jerónimo Rodrigues

Parque Marechal Carmona – Cascais

O principal parque verde de Cascais tem um grande parque infantil com três áreas, adaptadas a diferentes escalões etários. Escorregas, baloiços, casinhas, molas e balancés fazem as delícias dos miúdos. Ali ao lado, também há um enorme relvado para eles correrem à vontade e a poucos metros de distância, uma interessante e completa biblioteca infantil.

Um único senão: na maioria dos dias, as crianças são tantas que é preciso esperarem pacientemente pela sua vez.

Publicidade


Parque Urbano de Miraflores 
– Oeiras

O recanto mais animado desta zona verde de Miraflores é o parque infantil, que faz as delícias dos miúdos. Logo à entrada, uma enorme aranha desafia-os a subirem até lá acima e depois descerem por um escorrega de metal.

Ali ao lado, está outro escorrega mais pequeno, as molas e os baloiços. Os pais também agradecem as zonas de sombra, que permitem ter as crianças debaixo de olho, sem encherem os sapatos de pedrinhas.

Foto: Nelson Jerónimo Rodrigues

Parque Urbano da Costa de Caparica – Almada

Com 14 hectares, a dois passos do mar, este grande parque verde não tem um, mas dois parques infantis. Entre os inúmeros equipamentos (muitos deles de madeira e corda) destacam-se por exemplo os escorregas, os baloiços, os trampolins, as áreas de escalada e o slide.

Com a praia ali tão perto, um bom programa é juntar os mergulhos à brincadeiras no parque.

Foto: www.jf-costacaparica.pt/

Foto de capa: Nelson Jerónimo Rodrigues