×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Cultura Notícias

Lupin vai ultrapassar “La Casa de Papel” nas séries mais vistas na Netflix

Valter Leandro Valter Leandro - Editor

Lupin vai ultrapassar “La Casa de Papel” nas séries mais vistas na Netflix

Lupin é o mais recente fenómeno de audiência da Netflix em todo o mundo, podendo ultrapassar a aclamada “La casa de Papel”.

No geral, a série francesa Lupin está a sair-se bem melhor do que alguns dos melhores sucessos da Netflix, como “Gambito de Dama”,  “Bridgerton” e, pasma-te, “La Casa de Papel”.

A nova série francesa, com Omar Sy no principal papel, já foi assistida por mais de 70 milhões de subscritores da Netflix, e estamos a falar só no primeiro mês de exibição nesta plataforma de streaming.

Ainda que a Netflix não revele os números de audiência dos seus conteúdos, apenas estimando o número de visualizações em cada casa, sabe-se que, segundo as classificações, Lupin entra diretamente para o pódio cimeiro das séries mais assistidas desta plataforma.

Tal como sucedeu com La Casa de Papel, também Lupin tinha apenas como público alvo o mercado local, neste caso o francês, assim como o espanhol para as aventuras do professor.

Mas acontece que rapidamente esta série desbravou fronteiras e, desde o seu lançamento a 8 de janeiro, ocupou o Top 10 das tendências nos Estados Unidos, Brasil, Argentina, Vietname, Alemanha, Itália, Espanha e Filipinas. Em Portugal encontra-se, à data deste artigo, na segunda posição, logo atrás de “Fate: The Winx Saga”.

Publicidade

 

O enredo de Lupin

A série, que traz uma versão modernizada do lendário personagem Arsène Lupin, o cavalheiro ladrão, foi dirigida por George Kay (Criminal, Killing Eve) e François Uzan (Family Business). A produção de Gaumont, da qual 5 de 10 episódios estão atualmente disponíveis no Netflix, não segue, contudo, a história de Arsène Lupin.

Omar Sy interpreta Assane Diop, um pai que admira o ladrão cavalheiro imaginado por Maurice Leblanc em 1905, com a finalidade de vingar o seu pai e roubar os ricos e mais influentes. 

Foto de capa: @Netflix
Texto original de Paris Secreto