×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Gastronomia

Kookin: Sabor e sofisticação no centro de Lisboa

Restaurante da Avenida Visconde Valmor serve sabores antigos numa cozinha moderna

Nelson Rodrigues Nelson Rodrigues

Kookin: Sabor e sofisticação no centro de Lisboa

Nos tempos que correm, encontrar um restaurante cheio de estilo, com pratos que saltam à vista, mas que sabem verdadeiramente bem, é quase um achado. Nós demos com um, em plenas Avenidas Novas, onde podes comer como um visconde e até tens direito a um pátio (quase) secreto. Queres descobrí-lo ao almoço?

Quem passa pelo nº 40 da Avenida Visconde Valmor ainda fica surpreendido ao ver que o Nómada já lá não mora. Mas não vale a pena ficar triste. Primeiro, porque este restaurante apenas mudou de morada (agora está uns metros à frente) e, sobretudo, porque deixou no seu lugar outro espaço cheio de estilo: o Kookin.

O nome diz-te qualquer coisa? Sim, faz parte da cadeia Kook que existe em Luanda (Angola) e é uma espécie de sucessor da casa com o mesmo nome que, em tempos, funcionou no Chiado.

Os proprietários podem ser os mesmos e o nome quase igual, mas as semelhanças ficam só por aí. Neste novo restaurante, aberto desde a primavera de 2019, o sushi não faz parte da ementa (para isso há o Nómada, com sócios em comum) e a aposta vai, sobretudo, para os sabores portugueses. Mas, apresentados de uma forma algo surpreendente, com um toque moderno e sofisticado.

Foto: @kookinlisboa

Curioso? Já iremos à carta. Para já, queremos mostrar-te a casa, também ela cheio de estilo e elegância. O espaço estende-se ao longo de uma sala retangular, onde domina o branco, o azul e as madeiras.

Logo à entrada, há duas fileiras de mesas, onde saltam à vista os tampos em mármore e os sofás em veludo e logo depois surge o bar, de onde saem grande cocktails e não só.

Ali mesmo ao lado fica uma cozinha aberta, que convida a espreitar a dinâmica entre o chef e o resto da equipa. Só tem um senão: arriscas-te a ficar logo com água na boca.

Mas o espaço mais surpreendente é mesmo o terraço interior, ao fundo da sala, com uma parede inspirada nos jardins suspensos e um teto que abre e fecha consoante o estado do tempo. Escusado será dizer que promete ser o sítio favorito de muitos clientes durante os dias de maior calor.

Foto: @kookinlisboa

Conhecidos os cantos à casa, vamos então à ementa, assinada pelo chef Lázaro Glória, que já passou pelas cozinhas do Ritz (Lisboa), do Penha Longa, em Sintra, e do Mandarim Oriental de Londres, entre outras. Agora, está à frente do Kookin e tu podes descobrir o que vale durante um menu executivo de almoço.

Publicidade

Neste restaurante aposta, sobretudo, nos pratos tradicionais portugueses, preparados e servidos com um ar contemporâneo, a puxar para o Instagram, mas sem perderem o sabor autêntico da nossa cozinha.

Assim acontece, desde logo, nas entradas, como o Carapau braseado com salada montanheira ou o Camarão ao alho com migas de coentros.

Nos peixes, destacamos o Bacalhau assado com ovas grelhadas e feijão frade, os Filetes de polvo com arroz de tomate e hortelã e a Raia com berbigão e batata doce.

Seguem-se as carnes, como uma Manta de porco com cogumelos silvestres, um Magret de pato com laranja e chouriço ou a Pá de cordeiro no formo e raízes assadas. Se fores vegetariano, então, vais querer pedir a Quinoa com legumes baby.

No final, guarda um cantinho no estômago para o Bolo de chocolate Negro com maçã e gelado de caramelo ou a Panna cotta com abacaxi, coco, maracujá e malagueta.

Cozinha de assinatura, cheia de sabor e despretensiosa, que já faz sucesso em quem vive ou trabalha na zona das Avenidas Novas, mas que, por si, vale bem uma ida de propósito à Visconde Valmor.

Queres ir lá fazer a prova dos nove? Experimenta este menu de almoço e também vais ficar rendido.

Foto: @kookinlisboa

Foto de capa: Nelson Jerónimo Rodrigues