×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Gastronomia

Izanagi: Das ruas do Japão para as Docas

Quando a gastronomia nipónica é muito mais que sushi

Nelson Rodrigues Nelson Rodrigues

Izanagi: Das ruas do Japão para as Docas

Já lá vai o tempo em que os portugueses torciam o nariz à comida crua, não conseguiam atinar com os pauzinhos e olhavam para o wasabe sem saber o que fazer. Em poucos anos, a gastronomia japonesa ganhou fama (e proveito) entre nós e passámos a achar que já sabemos tudo sobre ela.

Mas será que sabemos mesmo? A verdade é que ainda temos muito para descobrir. Desde logo, porque a cozinha daquelas paragens é muito mais que sushi, sashimi e ramen.

É esse mundo novo que o restaurante Izanagi, na Doca de Santo Amaro, nos convida a explorar. Nesta casa com o nome do deus criador do mundo, o protagonismo vai todo para a comida de rua e das tascas japonesas, deixando as especialidades mais conhecidas para segundo plano.

Foto: Cátia Barbosa

Assim, não te admires se olhares para a carta e vires alguns nomes que dizem pouco ao teu léxico gastronómico. Okonomiyaki? Sim, experimenta, porque vais adorar esta espécie de panqueca frita que leva vários ingredientes (como legumes, camarão ou queijo) e no final é coberta com lascas de uma conserva seca chamada katsoubushi.

E o que são tori karaagge? Nada mais, nada menos que asas de frango panadas. A estes dois exemplos juntam-se ainda osrobatayaki, ou seja, grelhados no carvão, como o Miso Cod (bacalhau), e os teppanyaki, grelhados na chapa, disponíveis em três opções: camarões, naco de carne ou frango.

Inevitavelmente, também não podia faltar o sushi, com destaque para o Tuna Dynamite, com tempura de camarão e atum, maionese de óleo de sésamo picante, pepino e um tempero de especiarias chamado togarash.

Foto: @izanagi_restaurante

No final, guarda um cantinho do estômago para as sobremesas, também elas bastante originais. São os casos do cheesecake de caramelo de miso com maçã verde e noz ou da tempura de banana com gelado de baunilha, caramelo de miso e M&M’s.

A carta, com assinatura do chef Daniel Rente (grupo SushiCafé) combina na perfeição com os cocktails da casa, como o Izanagy Spicy Mule (infusão de sake e vodka, togarashi, gingerbeer, limão, pepino e coentros) ou o Meron (midori, licor japonês, melão, vodka e limão).

Publicidade

Tudo isto servido na sala principal, um espaço acolhedor e contemporâneo onde sobressaem os materias de madeira ou, se preferires, na esplanada com vista para o Tejo e para a marina.

Foto: Cátia Barbosa

Onde quer que fiques, vais por certo surpreender-te. Afinal, não é por acaso que o slogan do Izanagi é “cut the obvious” (corta com o óbvio).

Vai até lá descobrir porquê. Quando menos esperares, vais dar por ti a deliciares-te com o Japão mais genuino e desconhecido.


Morada:
Doca de Santo Amaro, armazém 0

Foto de capa: Cátia Barbosa