Governo declara Estado de Calamidade em 19 freguesias de Lisboa - Lisboa Secreta
×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Notícias

Governo declara Estado de Calamidade em 19 freguesias de Lisboa

By Valter Leandro Junho 23, 2020

A região de Lisboa e Vale do Tejo estão sob vigilância absoluta para combater a proliferação de novos casos de covid-19.

O aumento de cada vez mais casos de covid-19 na região de Lisboa e Vale do Tejo fez finalmente soar os alarmes e o resultado foi manter sob vigilância absoluta 19 das freguesias mais afetadas como novos surtos de coronavírus, inclusive a imposição do dever cívico de recolhimento nestas freguesias enquanto se mantiver este Estado: só deverão sair para trabalhar ou ir às compras.

De entre as medidas mais apertadas, que tiveram início a partir da meia noite de hoje, dia 23 de junho de 2020, estão o encerramento dos estabelecimentos às 20 horas (exceto os restaurantes que servirem jantares); o reforço na fiscalização dos centros comerciais; e a proibição de ajuntamentos com mais de 5 pessoas em toda a Área Metropolitana de Lisboa. A juntar a todas estas medidas está também prevista a aplicação de coimas para quem as desrespeitar.

grupo de pessoas à porta de um bar em lisboa
@ben-hope

19 freguesias em constante vigilância

Apesar de as medidas agora adotadas no novo Estado de Calamidade apenas incidirem com maiores preocupações em 19 freguesias da Grande Lisboa, a verdade é que todas as medidas anunciadas são transversais a outras localizações que possam requerer intervenção imediata.

Depois de uma reunião com os autarcas de Lisboa, Sintra, Odivelas, Loures e Amadora, António Costa salientou que a reunião “permitiu localizar com grande rigor a dimensão do problema”, revelando ainda que este controlo pretende, também, evitar medidas mais restritivas como o cordão sanitário que aconteceu, por exemplo, em Ovar.

Foi uma reunião de trabalho muito útil, permitiu localizar com grande rigor o núcleo do problema, que se situa em 19 freguesias destes concelhos e nalgumas é possível localizar as áreas residenciais onde há uma incidência particular.”

Estas são todas as freguesias abrangidas por estas medidas:

Amadora: Mina de Água, Encosta do Sol, Falagueira – Venda Nova, Águas Livres, Venteira e Alfragide

Odivelas: Caneças e Ramada, Famões e Pontinha, Odivelas e Póvoa de Santo Adrião e Olival de Basto

Loures: União de Sacavém e Prior Velho e Camarate, Unhos e Apelação

Sintra: Algueirão-Mem Martins, Rio de Mouro, Agualva-Mira Sintra, Cacém-São Marcos, Queluz-Belas e Massamá-Monte Abraão

Lisboa: Santa Clara

Em resumo:

1 – Mina de Água
2 – Encosta do Sol
3 – Falagueira – Venda Nova
4 – Águas Livres
5 – Venteira
6 – Alfragide
7 – Caneças e Ramada
8 – Famões e Pontinha
9 – Odivelas
10 – Póvoa de Santo Adrião e Olival de Basto
11 – União de Sacavém e Prior Velho
12 – Unhos e Apelação
13 – Algueirão-Mem Martins
14 – Rio de Mouro
15 – Agualva-Mira Sintra
16 – Cacém-São Marcos
17 – Queluz-Belas
18 – Massamá-Monte Abraão
19 – Santa Clara

Foto de capa: via Twitter @antoniocostapm