Gappei: bacalhau com sotaque japonês - Lisboa Secreta
×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Restaurantes

Gappei: bacalhau com sotaque japonês

O Clube do Bacalhau organiza um ciclo gastronómico que começa com o fiel amigo em versão nipónica

By Nelson Rodrigues Outubro 19, 2018

Das 1001 formas de cozinhar bacalhau, quantas é que já experimentaste? Provavelmente, a lista é bem longa e vai do assado ao cozido, passando pelo à Brás, à Lagareiro e à Gomes de Sá, já para não falar dos pastéis e das pataniscas.

Então e em korokke, nambanzuke ou nambangashi? Bom… aí a história já é outra, não é?

Estes e outros sabores nipónicos vão estar à prova no Clube do Bacalhau, que entre os dias 24 a 27 de outubro leva à mesa a experiência gastronómica “Gappei”, palavra japonesa que significa fusão.

Foto: @clubedobacalhau

A ideia é, precisamente, dar a provar o nosso fiel amigo numa versão oriental, com pratos tipicamente japoneses, mas inspirados nas técnicas culinárias que os portugueses levaram para a Terra do Sol Nascente há mais de 450 anos.

Por exemplo, sabias que o famoso tempura (camarões ou vegetais fritos) tem origem nos nossos peixinhos da horta e foram levados para o Japão no século XVI por missionários portugueses?

Como não podia deixar de ser, esse é um dos pitéus à prova neste evento do Clube do Bacalhau, espaço cultural e gastronómico situado num belo edifício pombalino da Travessa do Cotovelo, a dois passos do Cais do Sodré.

Foto: @clubedobacalhar

No total, a carta conta com cinco momentos, preparados ao detalhe pelo chef Carlos Guerra, atualmente responsável pela empresa de take away e realização de eventos Real Sushi.

Antes do tempura de bacalhau, será servido um korokke, espécie de croquetes de bacalhau, e depois há nambanzuke, escabeche japonês marinado durante mais de 28 horas. O jantar segue com mais um prato surpreendente, o bacalhau negro, que ganha esta cor depois de marinado em molho miso.

É claro que também não podia faltar um nambangashi, nome que os japoneses deram à doçaria dos bárbaros do sul, ou seja… os portugueses. O nome da sobremesa ainda está no segredo dos deuses, mas promete ser um doce final de viagem.

Foto: @clubedobacalhau

Quanto às bebidas, haverá vinhos e cerveja artesanal para harmonizarem com cada um dos pratos.

Curioso, surpreendido e com água na boca? Então, garante já o teu lugar à mesa.

Além de participares numa experiência original e singular, parte do valor que pagares (5€) também irá reverter para uma boa causa: o projeto Bacalhau Solidário.

E o mesmo irá acontecer com os próximos eventos do ciclo gastronómico “Bacalhau com Todos”. Depois do Gappei, a casa já tem outros na forja que, agora, te revelamos em primeira mão.

Foto: @clubedobacalhau

O próximo, em março ou abril de 2019, é dedicado ao skrei, bacalhau fresco capturado durante a desova, e depois, lá para meados desse  ano, será a vez de uma homenagem aos sabores africanos, mais propriamente com pratos de São Tomé e Príncipe.

Sempre com bacalhau, claro, ou não fosse o fiel amigo o grande protagonista do Clube do Bacalhau. Queres pô-lo à prova?

Compra já o teu bilhete para o Gappei, o evento gastronómico mais surpreendente deste final de mês.

Foto de capa: @clubedobacalhau