30 expressões portuguesas que nós adoramos - Lisboa Secreta
×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Made in L

30 expressões portuguesas que nós adoramos

By Valter Leandro Julho 26, 2020

galo de barcelos

Todos já ouvimos (e dizemos) frases que só fazem sentido para os portugueses, e que traduzidas para outra língua não querem dizer nada!

Aqui ficam os 30 exemplos mais engraçados da língua portuguesa, e 100% tugas:

1 – À grande e à francesa

A expressão “à grande e à francesa” significa abundantemente; com pompa.

2 – Résvés Campo de Ourique

A expressão “resvés Campo de Ourique” significa por pouco; por um triz; à justa.

3 – Ter ouvidos de tísico

Antes da II Guerra Mundial, muitos jovens sofriam de uma doença: tísica, ao que hoje chamamos de tuberculose. As pessoas que sofrem desta doença, verificou-se, tornam-se muito sensíveis quanto à capacidade auditiva. Daí a expressão “ter ouvidos de tísico”, que significa ouvir tão bem como aqueles que sofrem de tuberculose.

4 – Como sardinhas em lata

Usa-se quando muitas pessoas estão num mesmo espaço, habitualmente apertadas umas contra as outras. É muito habitual quando o assunto são os transportes públicos.

5 – Do tempo da Maria Cachucha

É quando se diz que algo é muito antigo.

6 – Como as obras de Santa Engrácia

É utilizada para indicar que alguma coisa não chegará a acontecer; que demorará muito até que aconteça.

7 – Rebeubéu pardais ao ninho

Tal como fazem os passarinhos de volta dos seus ninhos, esta expressão significa grande alvoroço; muito barulho.

8 – Ser o testa de ferro

Segundo a Priberam, significa a pessoa que figura ostensivamente num negócio em vez do verdadeiro interessado.

9 – Ter as favas contadas

Significa ter algo dado como certo; inevitável.

10 – Coisas do arco da velha

É o mesmo que dizer que são coisas incríveis; invulgares; mirabolantes.

11 – Dar um lamiré

Sinal de começar alguma coisa.

12 – Dar graxa

Elogio excessivo, por vezes falso.

13 – Ficar em águas de bacalhau

Conota a ideia de falhar; de se atrasar; de se perder; ou de não chegar a tempo.

14 – Não vai ser pêra doce

Significa que não vai ser fácil.

15 – Não temos copos de água, só com água

Os copos não são exclusivos para para levar água, esse é apenas uma das coisas que ele pode transportar. Costuma aplicar-se nos cafés, quando alguém pede um copo de água.

16 – Ouro sobre azul

É quando algo se destaca ainda mais do que o normal. 

17 – Puxar a brasa à nossa sardinha

Significa dizer algo ou fazer algo que te beneficie. Pode ser interpretado como depreciativo.

18 – É trigo limpo farinha Amparo

Diz-se quando algo é muito simples; fácil.

19 – Dar o nó

Acontece quando duas pessoas se casam; vivem juntas.

20 – Primeiro estranha-se, depois entranha-se

O primeiro anúncio da Coca-Cola em Portugal foi criado pelo poeta Fernando Pessoa, que “inventou” este slogan, que acabaria por ficar no papel por causa do nome “Coca”, a planta de onde se extrai a cocaína.

21 – Estar de trombas

Refere-se a pessoa mal encarada; com expressão facial agreste ou de antipatia.

22 – É um pau de dois bicos

Quando uma situação de torna muito difícil de decidir, ou porque ambas as opções são boas, ou são más.

23 – Dar a volta ao bilhar grande

Serve para pedir a alguém que não o chateie; que se vá embora.

24 – A pensar morreu um burro

Aplica-se quando alguém está a pensar durante demasiado tempo, sem que chegue a grandes conclusões.

25 – Pedir a dolorosa

Quer dizer pedir a conta, habitualmente num restaurante.

26 – Dar tanga

É o mesmo que dizer: “estás a brincar comigo?”

27 – Estar com a bezana

É estar embriagado.

28 – Não é grande espingarda

Significa dizer que algo não é grande coisa.

29 – A ver navios

Pessoa que foi enganada; ficoi desiludida.

30 – Comer e chorar por mais

É o mesmo que dizer que uma coisa é fantástica, habitualmente comida.

E tu, sabes mais alguma frase portuguesa típica? Segue-nos no Instagram para descobrires mais coisas sobre Lisboa e os seus lisboetas!

Foto de capa: @Livingtours.com