Este fim-de-semana, os bairros históricos recebem tours gratuitos com fado - Lisboa Secreta
×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Arte & Cultura

Este fim-de-semana, os bairros históricos recebem tours gratuitos com fado

A iniciativa "Visitas Cantadas: O Fado sai à rua!" acontece nos bairros de Alfama, Mouraria e Castelo

By Inês Santos Agosto 7, 2019

Melhor do que explorar as ruas e vielas lisboetas só percorre-las com o embalo do canto da saudade. Ai, o fado! Esta sexta-feira, sábado e domingo, os bairros históricos recebem concertos de fadistas durante tours por zonas emblemáticas 

Já iniciado em julho, o ciclo “Visitas Cantadas: O Fado sai à rua!” resulta de uma parceria da Junta de Freguesia de Santa Maria Maior com o Museu do Fado e apoio da EGEAC. Este fim-de-semana, volta a cumprir-se o objetivo: trazer o fado à rua e mostrá-lo aos transeuntes, lisboetas e visitantes, enquanto se percorrem becos e largos cheios de charme. Todos os itinerários iniciam pelas 18h30 e a participação é gratuita.

Sexta-feira, dia 09, o fado vai até Alfama com a fadista Conceição Ribeiro a liderar as hostes. O ponto de encontro será a escadaria da Rua dos Corvos. A próxima paragem será o Beco de Santa Helena, acabando o itinerário no mítico Largo do Chafariz de Dentro, bem no coração de Alfama. Em todas as paragens serão ouvidos 3 fados.

No sábado, dia 10, Rui Costa é o fadista encarregue da missão e, desta vez, a zona a explorar é a Mouraria. O percurso começa no Largo de São Cristóvão, com paragem na Rua da Guia junto ao busto do célebre fadista Fernando Maurício e término no Largo da Severa, local que consagra a primeira fadista portuguesa, Maria Severa Onofriana.

Dia 11, domingo, é o bairro do Castelo que recebe a sessão de “Visitas Cantadas: O Fado sai à rua!”. A fadista Cátia Garcia irá cantar durante um trajeto com início no magnífico Jardim do Recolhimento, seguindo-se uma paragem no cruzamento da Rua do Espírito Santo com a Rua das Flores ao Castelo. O fim do percurso acontecerá junto ao mural de homenagem a Amália Rodrigues, assinado pelo street artist Vhils, na Rua de São Tomé.

Além da hora de arranque dos itinerários ser sempre a mesma (18h30), também os músicos são comuns às três datas: na guitarra portuguesa, Sérgio Costa; na viola de fado, Ivan Cardoso.

Os próximos dois fins-de-semana de agosto trazem novas sessões — a programação completa pode ser consultada aqui.

Foto: @JFSantaMariaMaior

Foto de capa: @JFSantaMariaMaior