×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Publicidade
O Que Fazer

Uma caminhada pelos locais secretos da Maçonaria em Lisboa

Está marcada para sábado, dia 23 de fevereiro

By Nelson Rodrigues Fevereiro 21, 2019

Apesar de envolta em mistério e secretismo, a Maçonaria está presente por toda a cidade de Lisboa, não só em vários edifícios, mas também em inúmeros símbolos que surgem nas ruas e recantos da capital.

Apesar de surgirem à vista de todos, são poucos os que reparam neles ou associam, sequer, à sociedade secreta.

Para os mais curiosos ou interessados no tema, a Green Trekker agendou uma caminhada que vai levar-te até eles e, pelo caminho, promete contar muitas histórias associadas à Maçonaria. E já este sábado, dia 23 de fevereiro, a partir das 10h00.

O percurso começa junto ao Cais das Colunas que, “que afinal não é apenas um cais”. Isto porque há quem garante que a Praça do Comércio foi construída à semelhança de um templo maçónico e que, as duas colunas no Tejo representam, precisamente, a entrada.

Foto: @newview_21

Daqui, os participantes continuam pela Baixa Pombalina, também ela fortemente associada a esta sociedade. Por exemplo, sabias que a Rua do Ouro e da Prata podem estar ligadas à alquimia prevista na equação maçónica?

A dois passos dali, também o Chiado guarda inúmeros símbolos maçónicos, desde logo nos Armazéns do Chiado, Antigos Armazéns Grandella, cujo fundador Francisco de Almeida Grandella, era maçon.

Daí virá certamente a origem do símbolo das lojas, que podes encontrar em vária colunas do edifício, onde o “A” e o “G” fazem lembrar os icónicos esquadro e compasso maçónico.

Publicidade

Já na Rua da Trindade, os caminhantes irão passar junto à famosa Casa do Ferreira das Tabuletas (a alcunha do pintor Luís Ferreira), um dos mais claros exemplos de simbologia maçónica da cidade.

A prova está nas imagens da fachada, onde irás encontrar as representações da Terra, da Água, do Comércio, da Indústria, da Ciência e da Agricultura, figuras ligadas aos ideais maçónicos.

Foto: greentrekker.pt

Mas estes são apenas alguns locais e histórias que vais ficar a conhecer melhor durante a caminhada da Green Trekker, com 3 horas de duração e final no Rossio.

Se estás interessado em ir, o melhor é inscreveres-te em breve porque já não há muitas vagas. Mais informações aqui.

Foto: @jiji_wanderlust