×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Natureza & Bem-estar O Que Fazer

Os melhores planos para desfrutares do rio Tejo ao máximo

Valter Leandro Valter Leandro - Editor

Os melhores planos para desfrutares do rio Tejo ao máximo

Lisboa tem muito para ver e conhecer, mas será que sabes tudo o que o Tejo te oferece? Vê tudo o que podes fazer à beira-rio. 🐬⛵🛥️

A cidade de Lisboa anunciou, no início deste ano, uma aposta mais forte no turismo à beira-rio, definindo o Tejo como uma das principais apostas para o turismo até 2024. 

A pandemia por coronavírus pode ter deixado algumas destas atividades em stand-by, mas não quer dizer que o rio tenha parado de oferecer uma série de propostas para o aproveitares ao máximo. Neste artigo vais conhecê-las a todas, tanto do lado de Lisboa, como na outra margem.

Ver os golfinhos que regressaram ao Tejo

Parece mentira, mas é verdade. Desde há umas semanas para cá, os nossos amigos golfinhos voltaram a passear-se pelas águas do Tejo como não víamos há muitos anos. São mais de 30 os animais que todos os dias têm subido o rio à procura de alimento, numa altura em que, devido à pandemia, as águas têm estado menos turbulentas com os habituais transportes marítimos de uma margem para a outra.

Se também os queres observar de perto, todos os dias partem embarcações da Porta 3 na Doca de Santo Amaro, em Alcântara, para ver estes simpáticos animais.

As viagens duram, habitualmente, 3 horas e terás ao teu lado um biólogo marinho que te irá explicando a razão para este tipo de fenómenos, além de outras curiosidades relacionadas com o Estuário do Tejo.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por SeaEO Tours (@seaeotours) em

Descansar no Parque Ribeirinho Oriente de admirar todo o Tejo

Nem todas as experiências que podes usufruir do Tejo têm de ser, necessariamente, no rio Tejo. Neste caso, podes usufruir do rio a partir das suas margens, mais precisamente através de um dos mais recentes parques de Lisboa, inaugurado no passado mês de fevereiro, o Parque Ribeirinho Oriente.

Fica em Marvila e foi idealizado para receber mais visitantes nesta zona oriental de Lisboa, unindo toda a área costeira da cidade. Possui 650 metros de comprimento e junta aos espaços verdes duas zonas de entretenimento para os mais pequenos (agora encerradas em virtude das recomendações da Direção Geral da Saúde devido ao coronavírus).

No novo espaço de recreação da capital portuguesa vão ainda ser instaladas duas cafetarias e uma biblioteca (que ocuparão antigos contentores requalificados).

Parque Ribeirinho Oriente
@Câmara Municipal de Lisboa

Aproveitar as várias ofertas de barco pelo Tejo

Regressemos agora às atividades para desfrutar no rio, com grande destaque para as inúmeras ofertas que existem no que respeita à navegação pelas cristalinas águas do Tejo. E há planos para todos os gostos e feitios, desde os mais românticos até aqueles para fazeres com os teus melhores amigos ou em família.

Para fazer sozinho ou a dois:

Todos os domingos às 15h, o veleiro Príncipe Perfeito sai da Doca de Alcântara, no Cais da Rocha Conde de Óbidos, para um passeio romântico com direito a um dos mais bonitos pores do sol do país, que visto no meio do rio Tejo tem outro encanto.

Mas existem outras opções, igualmente interessantes, como esta experiência de duas horas a bordo de um veleiro que até te oferece uma garrafa de vinho para cada duas pessoas (espumante ou rosé); este passeio de veleiro ou catamaram à vela por Lisboa à noite, com passagens pelas melhores vistas desde Belém até Alfama; ou ainda este passeio por Lisboa Antiga, onde vais poder captar a essência da cidade à hora do pôr do sol.

@liz-deangelo
Para desfrutar com amigos ou família:

Os passeios românticos são sempre uma aposta ganha quando se quer conquistar a cara-metade, mas muitas vezes o que queremos mesmo é desfrutar de momentos de diversão com os nossos melhores amigos ou família.

Também aqui a oferta deste tipo de atividades abunda um pouco por todos os portos marítimos de Lisboa, com passeios de batismo de vela; passeios de catamaram exclusivos para grupos (perfeita para organizares aquela despedida de solteiro para a tua melhor amiga ou amigo); passeios para grupos até 10 pessoas para ver o pôr do sol num barco à vela; ou, para quem está com receio de frequentar as praias de Lisboa e arredores, um passeio de catamaram onde podes mergulhar no Tejo e “trabalhar” para o bronze deitado no deck.

@sardinhadotejo

Apanhar sol virado para o Tejo

Um dos locais em Lisboa onde melhor podes apanhar sol tendo o Tejo como companhia constante é nos tapetes verdes da Avenida da Ribeira das Naus. E, quando te der a fome ou a sede, entre uma soneca ou outra, perto deste local existem várias opções onde te podes refrescar.

@divisare.com

Andar de bicicleta ou fazer jogging na zona ribeirinha de Belém

É o mais próximo que podes estar do rio Tejo se optares por ficar em terra. Esta zona de Lisboa é bastante ampla e possui uma das vistas mais bonitas para o Tejo, com um percurso em reta com cerca de 7 quilómetros, que vai desde o Cais do Sodré até Belém.

Aqui vais deslumbrar-te, não só com o Tejo, como também com alguns dos edifícios icónicos da cidade: Torre de Belém, Padrão dos Descobrimentos, o MAAT e o Museu da Eletricidade.

@sara-depraetere

Caminhar nos Passadiços do Tejo

O nome Passadiços do Tejo não é oficial, mas todos os chamam assim devido à sua proximidade com o rio. Fazem parte de uma extensa rede de caminhos pedonais e cicláveis, com 5627 metros, composto por quatro percursos. O primeiro dá-te a conhecer o Parque Urbano, onde está o núcleo museológico “A Póvoa e o Rio”, uma cafeteria e um parque infantil, entre outros serviços.

Já o Parque Linear Ribeirinho/Trilho do Tejo, leva-te até à Praia dos Pescadores e às zonas envolventes, como o parque de merendas e o centro de interpretação ambiental.

Além destes dois, mais paralelos ao rio, há ainda o Trilho do Forte da Casa e o Trilho da Verdelha.

@ritacatita_filipe

Atravessar a Ponte 25 de Abril

Agora passemos para o outro lado do rio, onde também vais poder encontrar mil e uma coisas para apreciar o Tejo como nunca pensaste.

Para quem o faz todos os dias, atravessar a ponte 25 de abril não é um plano muito atrativo, é certo. Mas se nunca o fizeste, fica aqui a nossa sugestão para que o faças de duas formas diferentes: uma vez de mota e outra de automóvel e, se possível, uma à noite e outra durante o dia. A única recomendação é que o faças fora da hora de ponta, quando o passeio se torna mais suave e agradável.

@ricardo-rocha

Admirar o Tejo lá de cima… do Cristo Rei

O Santuário do Cristo Rei, em Almada, é um dos ex-libris da cidade e destaca-se pela sua semelhança com o Cristo Redentor, no morro do Corcovado, no Rio de Janeiro. A diferença entre ambos é de apenas 10 metros, sendo o Cristo Rei instalado em Almada mais pequeno, com cerca de 28 metros.

Aqui, a visita obrigatória é ao espetacular miradouro com vistas a 360º sobre ambas as cidades e sobre o rio protagonista.

@tsuguliev

Beber uma imperial e ver o pôr do sol no Cais do Ginjal

O Cais do Ginjal, e os restaurantes Atira-te ao Rio e Ponto Final são, na nossa opinião, alguns dos locais mais interessantes para visitar junto ao Tejo do outro lado de Lisboa.

@johnjase

Foto de capa: Marcel Kessler