×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Guias Secretos O Que Fazer

As chapelarias que fizeram, e ainda fazem, parte da nossa cidade

Se não te sai da cabeça é porque não sai realmente de moda, eis os melhores sítios para comprar chapéus.

Bruna Castro Bruna Castro

As chapelarias que fizeram, e ainda fazem, parte da nossa cidade

Chapelarias de se lhe tirar o chapéu, estas casas em Lisboa fizeram parte da rotina diária dos nossos avós.  👒🎩

Entre a cabeça e o céu havia sempre um acessório de grande estilo, fosse uma elegante fedora ou uma humilde boina, todo o cavalheiro que se prezasse, precisava de qualquer coisa para tirar sempre que visse uma senhora.

Lisboa ficou moderna, mas não menos elegante, e ainda hoje existem lojas exclusivas para quem não passa sem o seu chapéu.

Hoje resolvemos viajar até ao passado para recordar uma dessas lojas, e visitámos aquelas que ainda têm as suas portas abertas ao público.

1 – Chapelaria Azevedo

Em pleno Rossio fica a chapelaria mais épica de Lisboa e a mais antiga de Portugal. Situada em frente do Teatro D. Maria II, podes ao mesmo tempo, segurar uma Ginjinha sem Rival e escolher o teu abat-jour pessoal.

Esta loja existe desde 1886 e já lá vão cinco gerações de chapeleiros. Os incríveis móveis de madeira guardam todos os chapéus de possas imaginar, dos clássicos Panamá, aos chapéus de safari.

Morada: Praça Dom Pedro IV 73 (Rossio)

2 – Godiva & Lord

Como o nome indica, era a chapelaria mais fina ou pelo menos era assim que pretendia que os clientes se sentissem. Como lordes!

Inaugurada em 1941 na Rua Augusta, a Lord não desilude na qualidade dos chapéus e ainda oferece uma variedade de calçado para fazer pandã. As senhoras também são bem-vindas e têm aqui quase tudo o que precisam para se sentirem umas ladies!

Morada: Rua Augusta 201 (Baixa)

Publicidade

@blancaval

3 – Fábrica dos Chapéus

No coração do Bairro Alto e aberta desde 2008, a Fábrica dos Chapéus é a loja perfeita para ires mandar fazer o teu modelito, isto é, se não gostares de nenhum dos 3000 à disposição.

Boinas, fedoras, turbantes, bonés, gorros, a única coisa que eles não têm para pôr na cabeça são complicações. O resto é muito simples, é chegar e escolher.

Morada: Rua da Rosa 118 (Bairro Alto)

4 – Chapelaria d’Aquino

Duas heranças familiares juntaram abas e nasceu a Chapelaria D’Aquino, um nome que já tirava cartas do chapéu no século XIX.

A D’Aquino era capaz de ser a chapelaria mais jeitosa de Lisboa e, apesar de só ter aberto em 2013, temos a certeza que faria as delícias do Fernando Pessoa. A decoração era um charme e a colecção de chapéus e acessórios fazia as delícias dos mais vaidosos.

Morada: fechada permanentemente

Conheces todas as lojas históricas de Lisboa? Estas são as nossas preferidas.