Campus do Mar: a “Nova Expo” que vai requalificar a foz do Tejo - Lisboa Secreta
×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Notícias

Campus do Mar: a “Nova Expo” que vai requalificar a foz do Tejo

Será possível andar de bicicleta desde o Parque das Nações até Oeiras

By Nelson Rodrigues Julho 23, 2019

Vem aí mais uma revolução na frente ribeirinha de Lisboa e Oeiras. Desta vez, é a zona entre Pedrouços e a Cruz Quebrada que vai ganhar uma nova cara. O projeto chama-se Campus do Mar e custa 300 milhões de euros.

No total, são 64 hectares na foz do Tejo que vão receber restaurantes, hotéis, um polo de investigação ligado às ciências do mar, uma marina, jardins e uma área empresarial, entre outros espaços.

O projeto, a que muitos já chamam de “nova Expo”, será financiado maioritariamente por privados (75%), enquanto o restante terá investimento público-privado.

Este projeto irá dar origem à “Ciclovia do Mar”, com cerca de 1 quilómetro entre Pedrouços e a Cruz Quebrada, cuja ligação a outras ciclovias irá permitir a ligação de bicicleta ou a pé entre o Parque das Nações e Oeiras.

Anunciada foi também a requalificação das praias de Algés e da Cruz Quebrada.

O projeto está dividido em três fases. A primeira, com início ainda este ano e final previsto para 2012, irá dar origem à Marina de Pedrouços, a um espaço empresarial, a um “Ocean Lab”, a residências para investigadores e a zonas de restauração.

A segunda fase (2022-2026) vai investir está 152 milhões de euros num hotel, num espaço empresarial, além da Marina do Jamor e da “Blue Business School”, assim como em terrapleno, arranjos exteriores e acessibilidades.

Por fim, na terceira fase (2026-2030), vão ser investidos 30 milhões de euros em terrapleno, arranjos exteriores e acessibilidades.

Foto de capa: @carlos.t.gram