×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Natureza & Bem-estar

15 curiosidades sobre o Jardim Botânico de Lisboa

By Nelson Rodrigues

15 curiosidades sobre o Jardim Botânico de Lisboa

Com mais de 140 anos, o Jardim Botânico de Lisboa é um autêntico paraíso natural no coração da cidade de Lisboa, tem vista para o Tejo.🌴🍄

Refúgio de paz e tranquilidade, guarda espécies raras, histórias curiosas e segredos que poucos conhecem. Nós já fomos até lá e agora revelamos-te alguns dos mais interessantes e surpreendentes:

1 – Monumento Nacional

Com entrada pela Rua da Escola Politécnica, o Jardim Botânico de Lisboa foi fundado em 1878 no antigo Colégio dos Nobres. Está classificado como Monumento Nacional desde 2010.

2 – Estudo da botânica

Antes da fundação, já era utilizado para o estudo da botânica, pelo colégio jesuíta da Cotovia, que ali existiu entre os anos de 1609 e 1759.

3 – Espécies botânicas raras

No total, o jardim alberga cerca de 1500 espécies dos quatro cantos do mundo, muitas delas autênticas raridades.

@MUHNAC

4 – Quatro hectares

São cerca de 4 hectares de área verde, bem no centro da capital, divididos pela Classe e pelo Arboreto. A primeira, atualmente encerrada ao público, acolhe a biblioteca, o herbário e o Lago de Cima. Já o Arboreto, na parte inferior do jardim, recebe as árvores de grande porte e outras plantas.

5 – As diferentes temperaturas

A temperatura entre as partes de cima e de baixo do Arboreto pode variar dois ou três graus centígrados. É por isso que nas zonas superiores foram plantadas as espécies que gostam de climas quentes e secos, como as carnudas, enquanto em baixo estão as que precisam de mais humidade.

6 – Homenagens

Junto à escadaria que liga as duas zonas do Arboreto existe um busto de Bernardino António Gomes, médico e farmacologista que teve um papel importante no estudo do paludismo.

@greentrekker.pt

7 – Histórias de guerra

Este busto está perfurado por uma bala, o que deverá ter acontecido durante o golpe de fevereiro de 1927, que ali colocou frente a frente as tropas revolucionárias e governamentais.

8 – Outras entradas

Ao fundo da Avenida das Palmeiras existe um portão (atualmente fechado ao público) que dá para a Rua da Alegria, muito próximo da Avenida da Liberdade.

Publicidade

9 – Amigo do ambiente

Os investigadores acreditam que o jardim tem um efeito dissuasor na poluição da Avenida da Liberdade, a mais poluída da cidade e uma das mais poluídas da Europa.

@MUHNAC

10 – Cuidado com a árvore

Cuidado com as pinhas da Bunia-bunia, uma árvore de grande porte australiana. Com cerca de 10 quilos cada, podem magoar seriamente quem levar com uma na cabeça.

11 – Árvores de Imperador

O jardim tem uma imponente árvore-do-imperador que, segundo dizem, foi oferecida ao conde de Ficalho pelo Imperador Pedro II do Brasil.

12 – Uma árvore que é uma raridade

Só há seis jardins no mundo que albergam um exemplar vivo da árvore-do-imperador. O Botânico de Lisboa é um deles.

13 – E há ainda as árvores fósseis

Muitas árvores do jardim são autênticos fósseis vivos, oriundos de floras antigas, muitas delas já extintas.

@MUHNAC

14 – Fica junto a um dos museus mais importantes de Lisboa

Junto ao jardim existe o Museu Nacional de História Natural e da Ciência (MUHNAC), cujo acervo conta com quase um milhão de exemplares. Este inclui importantes coleções de história natural (como botânica, mineralogia, paleontologia, zoologia e antropologia) e é complementado com várias exposições temporárias.

15 – Aberto quase todos os dias

O jardim está aberto todos os dias (exceto nos feriados de Natal e de 1 de janeiro), desde as 9h às 17h ou 20h (ver horário em baixo). O Jardim Botânico fica na Rua da Escola Politécnica, 54, no Príncipe Real. O bilhete custa 3€, mas aos domingos de manhã a entrada é gratuita.

Foto de capa: @MUHNAC
Fonte: @ULisboa