Palácio Chiado: das noites de farrobodó às refeições palacianas

Edifício histórico do século XVIII oferece seis propostas gastronómicas no mesmo espaço

Talvez até já tenhas corrido meio mundo e visitado os mais incríveis restaurantes, mas temos a certeza que nunca vais comer (verdadeiramente) “à grande e à francesa” como no Palácio Chiado, em Lisboa.

Como assim? Nós explicamos. Foi neste espaço que nasceu esta conhecida expressão, tal eram os faustosos banquetes servidos por Joaquim Pedro de Quintela, o primeiro Conde de Farrobo, no então Palácio Quintela.

O nome Farrobo também te faz lembrar qualquer coisa? Será farrobodó? Nem mais! Aí está outra expressão herdada dessa época, que imortalizou as grandes festas e noites extravagantes ali organizadas. Se aquelas paredes falassem…

Quase dois séculos depois, as salas centenárias, os tetos abobadados e o ambiente requintado subsistem, mas agora sob o nome Palácio Chiado.

Foto: @palaciochiado

Esta faceta surgiu em 2016, quando o edifício foi transformado num food court com vários espaços mas, entretanto, ganhou uma nova vida, ao reabrir (em outubro de 2018) com um conceito dedicado à Food & Art.

Desde então, passaram a chegar à mesa, nada mais nada menos, que seis gastronomias, com sugestões para todos os gostos e ocasiões. Mas já lá iremos, porque primeiro vamos conhecer os cantos à casa.

Logo à entrada, está o Dawn – Lounge Bar, onde podes beber cocktails de assinatura num ambiente trendy e mais descontraído.

Para chegares ao primeiro piso terás de subir uma imponente escadaria, que te leva até outro bar – o Junot – dominado por um enorme leão dourado, suspenso no teto.

Se gostas de vinhos, queijos, tapas e enchidos, vais querer ficar na divisão ao lado – a Sala das Sabinas -, enquanto as salas de refeições – a Sala de Baile e a Sala Árabe – ocupam a ala esquerda do palácio.

Foto: @palaciochiado

Então, e o que se come por lá? Agora sim, vamos revelar-te a (extensa) oferta gastronómica do Palácio Chiado, composta por seis tipos de propostas, todas assinada pelo chef Manuel Bóia.

A primeira chama-se Farrobodó e dá especial destaque às tapas e entradas, como a Sopa de peixe com croutons ou o Ceviche de peixe branco e guacamole. Já a Barra, a segunda sugestão, convida-te a provar pratos como Ostras do Sado com Tártaro de fruta cítrica ou o Croquete de Rabo de boi e presunto.

Se a tua onda é mais a alimentação saudável e vegetariana, vais querer experimentar a lista Seed, enquanto a Cutelo faz as delícias dos “carnívoros”. Por fim, a Azimuth é dedicada aos peixes e mariscos, enquanto a Rosmarino apresenta o melhor da cozinha italiana, com um toque português.

Foto: @palaciochiado

Durante a semana, ao almoço, há um menu especial duplamente tentador, que junta os pitéus do chef a um preço difícil de acreditar: 11.90€. Sim, leste bem, por esse preço podes fazer uma refeição completa (prato principal, bebida e café) num dos mais incríveis palácios de Lisboa.

Descobre aqui as opções de pratos e garante já o teu lugar à mesa.

Ah! E até 24 de abril também tens à disposição um menu pop-up – o Impressionista -, inspirado neste movimento artístico, que junta vários momentos das listas anteriores.

Se optares por este, vais provar Taquitos de atum e lagosta, carpaccio de novilho, Camarão tigre grelhado com risotto de Lima e Rabo de boi e bochecha de vitela estufados. Para terminar, Bolo de chocolate com pepitas crocantes.

Tudo isto numa envolvência luxuosa e sumptuosa, onde também há espaço (e muito) para as artes. Por exemplo, até 28 de abril de 2019, os vários recantos do edifício estão decorados com peças da artista Filipa Jacinto, que por lá apresenta a exposição Pa.la.vra.

Esta mostra inspirou mesmo o chef Manuel Bóia a criar um prato especial, também com o nome Pa.la.vra, que junta leitão e polvo. Uma combinação improvável, mas com dois alimentos bem ao nosso gosto.

Se o conde de Farrobo ainda andasse por cá, iria gostar de provar este prato. Afinal, no Palácio Chiado também se come… à grande e à portuguesa!

Foto: @palaciochiado

Foto de capa: @palaciochiado

(Visited 5,415 times, 7 visits today)

Tags:

You May Also Like

No Templo Hindu também se come

Sabias que em Telheiras existe um Templo Hindu? E que nesse templo há uma cantina vegetariana? E que ...

The Paleo Kitchen: aqui, comes quase como os teus antepassados

Já pensaste em eliminar todos os alimentos industrializados da tua vida? Para alguns, parece que não sobra muita ...

11 hamburguerias de Lisboa

Já estás convencido de que os hambúrgueres vieram para ficar? Desde que fomos invadidos por hamburguerias artesanais (e ...

';return t.replace("ID",e)+a}function lazyLoadYoutubeIframe(){var e=document.createElement("iframe"),t="https://www.youtube.com/embed/ID?autoplay=1";t+=0===this.dataset.query.length?'':'&'+this.dataset.query;e.setAttribute("src",t.replace("ID",this.dataset.id)),e.setAttribute("frameborder","0"),e.setAttribute("allowfullscreen","1"),this.parentNode.replaceChild(e,this)}document.addEventListener("DOMContentLoaded",function(){var e,t,a=document.getElementsByClassName("rll-youtube-player");for(t=0;t