Os melhores croissants de Lisboa

Atenção gulosos (e não só): estes são os nossos preferidos

Dizem que os croissants chegaram a Portugal por altura das Invasões Francesas e, desde essa altura, ficámos rendidos a eles.

Decidimos manter o nome (assim até fica mais chique), mas acabámos por criar versões para todos os gostos, de vários tamanhos e até com as cores mais inusitadas.

Difícil mesmo é dizer quais são os melhores, mas nós aceitámos o desafio e escolhemos cinco que nos deixam de água na boca só de pensarmos neles.

Podes concordar, embirrar e dar a tua opinião, mas tens mesmo de os provar todos. Delicia-te!

Benard

Os croissants da histórica pastelaria Benard são quase tão famosos como a estátua de Fernando Pessoa que está lá fora. Autêntica instituição do Chiado, estão sempre a sair do forno e o mais difícil é escolher entre tantas variedades.

Chocolate, doce de ovo, morango ou framboesa são alguns dos recheios disponíveis (sempre em doses industriais), mas também há mistos ou com queijo fresco, apenas para dar alguns exemplos.

Morada: R. Garrett, 104 (Chiado)

Pastelaria Restelo

O nome Pastelaria Restelo pode não te dizer muito, mas se falarmos em Careca, aí a coisa já muda de figura, não é? Há quem atravesse a cidade de uma ponta à outra só por causa dos croissants desta casa (sim, nós estamos entre eles) e quando os provares vais perceber porquê.

Açucarados (muito açucarados!) e mal cozidos, já foram copiados por outras pastelarias da cidade, mas ninguém bate os originais. Além dos croissants, esta pastelaria (aberta desde 1954) também vende alguns dos melhores palmiers e bolos-rei de Lisboa.

Morada: R. Duarte Pacheco Pereira 11D (Restelo)

Foto: @croissantdocareca

Fermenta

O bairro de Alvalade começou a ganhar pontos entre os adeptos dos croissants desde que a padaria/pastelaria Fermenta teve a brilhante ideia de trazer para a capital os da Padaria Ribeiro, no Porto. Quem conhecer os do Porto não vai notar a diferença, porque a massa vem diretamente do Norte. Depois de chegarem a Lisboa, ainda ficam a levedar algum tempo, são pincelados com uma calda especial e, por fim, vão ao forno.

Simples, com doce de ovos, misto (queijo e fiambre) ou com chocolate são algumas das versões disponíveis.

Morada: Rua António Ferreira, 5 (Alvalade).

Foto: @Fermenta

Choupana Caffe

Além de deliciosos, os croissants do Choupana Caffe também são os mais instagramáveis. Estamos a falar dos cor-de-rosa, claro, que têm este tom graças a um extrato de frutos vermelhos que é acrescentado à massa.

Recheados com Nutella, doce de ovo, maçã e canela ou doce de amêndoa, entre outras opções, podem ser provados na casa-mãe, junto ao Saldanha, ou no novo espaço Choupana, que abriu em janeiro de 2019 no Terminal de Cruzeiros de Lisboa.

Foto: @Choupanacaffe

Croissant Gigante do Bairro

Se, para ti, o tamanho (dos croissants) importa, tens mesmo de ir até ao Croissant Gigante do Bairro, onde este doce ou salgado tem o triplo do tamanho e do peso (240 gramas) dos que andam por aí.

Em matéria de recheio também é tudo à grande, com mais de uma dezena de opções, como chocolate com caramelo salgado, ovos moles, limão, salmão ou banana Split, apenas para dar alguns exemplos.

Morada: Travessa dos Fiéis de Deus 59B (Bairro Alto)

Foto: @croissantgigante.pt

Foto de capa: @Fermenta

Tags:

';return t.replace("ID",e)+a}function lazyLoadYoutubeIframe(){var e=document.createElement("iframe"),t="https://www.youtube.com/embed/ID?autoplay=1";t+=0===this.dataset.query.length?'':'&'+this.dataset.query;e.setAttribute("src",t.replace("ID",this.dataset.id)),e.setAttribute("frameborder","0"),e.setAttribute("allowfullscreen","1"),this.parentNode.replaceChild(e,this)}document.addEventListener("DOMContentLoaded",function(){var e,t,a=document.getElementsByClassName("rll-youtube-player");for(t=0;t