Vai nascer uma nova cidade em Almada

A Cidade da Água é o maior projeto de requalificação urbana depois da Expo-98

A apenas 2,5 quilómetros da Praça do Comércio, mas na Margem Sul do Tejo, vai surgir um megaprojeto que promete mudar radicalmente a zona da antiga Lisnave.

A “Cidade da Água”, como foi batizada, vai ocupar cerca de 630.000 m2 (mais de um quinto da área do Parque das Nações) e, além das zonas de habitação, terá também um hotel, lojas, uma marina, um terminal fluvial de passageiros, um museu e um centro de congressos.

Tudo isto estará ligado por praças e canais, com várias zonas verdes e o Tejo como cenário de eleição. Afinal, contará com mais de 2 quilómetros de frente ribeirinha, na zona hoje conhecida por Margueira.

Este projeto já foi apresentado pela Baía do Tejo (empresa pública criada para requalificar os territórios de antigas áreas industriais) e agora será lançado o concurso público internacional para investidores privados.

Foto: @cmalmada

Quem comprar os terrenos e avançar com o plano (o vencedor do concurso será conhecido até ao final do ano) terá de assumir todos os custos das infraestruturas a construir, incluindo a marina, o terminal fluvial e a ligação ao metro de superfície.

O investimento deverá ser superior a 1,5 mil milhões de euros, dando origem ao maior projeto de requalificação urbana depois da Expo-98.

Foto: @cmalmada

Foto de capa: @cmalmada

(Visited 9,775 times, 77 visits today)

Tags: