Os melhores sítios para correr em Lisboa

Entrevista a Bruno Claro, fundador do grupo “Correr Lisboa”

Há seis anos que o Correr Lisboa desafia a cidade a exercitar-se. O que começou por ser uma rede social sob o mote “Encontre um amigo para correr” é agora uma comunidade de pessoas que se junta várias vezes por semana para dar uma corridinha. Todos podem participar e ninguém paga por isso.

A Lisboa Secreta falou com o fundador, Bruno Claro, que nos revelou por onde corre este grupo, mas também os sítios de Lisboa que ele prefere para (re)descobrir a cidade a correr.

Foto: @correrlisboa

1. As ruas de Lisboa são o melhor ginásio da cidade?
São muito melhor! Desde logo, pela sua altimetria, sobretudo o sobe e desce da zona histórica, e depois porque ela todos os dias nos oferece paisagens, azulejos, graffitis e histórias magníficas para descobrir. E outra vantagem é que não temos de pagar nada para o fazer.

2. Onde é que o vosso grupo costuma correr?
Nós temos treinos regulares em três sítios: na Cidade Universitária, às terças-feiras, na Pista Professor Moniz Pereira, às quartas, e no Parque das Nações às quintas. E, depois, fazemos eventos especiais, como um todos os meses pela zona histórica. Em breve, também vamos lançar os treinos solidários, em que levamos um donativo a uma instituição próxima da zona onde corremos.

3. Quais são as melhores zonas da cidade para correr?
A minha favorita é a zona histórica, apesar de agora ser um pouco mais complicado por causa do piso escorregadio e da altimetria. Mas gosto muito de começar em Santa Apolónia e dali subir pelas ruas estreitas de Alfama, Castelo, Mouraria. Por vezes até somos recebidos com palmas.

Mas também gosto do Parque das Nações, que é uma zona nova e muito agradável da cidade, além de ser plana e ter quase sempre o Tejo no Campo de Visão. E se tivesse de escolher uma terceira, acho que referia a zona de Belém.

4. E qual é o teu parque verde favorito para correr?
Sem dúvida o Parque do Vale do Silêncio, que é um parque perdido no meio dos prédios dos Olivais, que pouca gente conhece. É uma zona verde com cerca de três quilómetros de extensão que nos inspira e nos permite ouvir os passarinhos enquanto corremos. Ali, conseguimo-nos esquecer do dia a dia.

Foto: @ammalmeida

5. Todos podem juntar-se ao Correr em Lisboa?
Claro. O Correr Lisboa é gratuito. Nós acreditamos que o desporto deve ser gratuito para todos. Quem quiser pode juntar-se a nós nos dias e locais que já referi. De certeza que vão gostar, porque correr em grupo é bom, é uma autêntica forma de sociabilização. Cada vez mais a pessoas correm para conviver. Em vez de irem para o café, estão juntas enquanto correm.

Foto de capa: @correslisboa

(Visited 1,260 times, 1 visits today)

Tags:

You May Also Like

Afinal, Belém já não vai ter a Noite das Lanternas Flutuantes

Era um dos eventos mais aguardados do mês, fez sucesso em tudo o que é rede social, mas ...

O Parque de Monserrate vai ter um Caminho das Fadas

Quem tem crianças sabe como elas gostam de imaginar, criar histórias mágicas e até ver o que mais ...

15 curiosidades sobre o Jardim Botânico de Lisboa

Com mais de 140 anos, o Jardim Botânico de Lisboa é um autêntico paraíso natural no coração da ...

';return t.replace("ID",e)+a}function lazyLoadYoutubeIframe(){var e=document.createElement("iframe"),t="https://www.youtube.com/embed/ID?autoplay=1";t+=0===this.dataset.query.length?'':'&'+this.dataset.query;e.setAttribute("src",t.replace("ID",this.dataset.id)),e.setAttribute("frameborder","0"),e.setAttribute("allowfullscreen","1"),this.parentNode.replaceChild(e,this)}document.addEventListener("DOMContentLoaded",function(){var e,t,a=document.getElementsByClassName("rll-youtube-player");for(t=0;t