A Lisboa do Passado e do Presente: Animatógrafo do Rossio

Da cidade de outrora aos nossos tempos numa só fotografia

Num século, a Lisboa Menina e Moça cresceu e tornou-se mulher. Nalguns casos, nem parece a mesma, de tão diferente, embonecada e cosmopolita, noutros continua genuína e tradicional, como se o tempo não tivesse passado por ela.

Mas o que é que mudou realmente? Nós fomos à procura da resposta e saímos à rua de máquina fotográfica em punho com um objetivo em mente: comparar o antes e o depois, como se o passado e o presente ficassem congelados numa só imagem.

Vem daí connosco numa viagem pelo tempo desde o início do século XX até ao ano de 2019. A próxima paragem é o Animatógrafo do Rossio, na Rua dos Sapateiros.

Poucos locais em Lisboa mudaram tanto de vida como este. O que começou por ser o salão de cinema mais luxoso de Lisboa, tornou-se depois numa sala de teatro infantil e hoje é… uma casa de peep shows.

Mas, se por dentro nada é como antes, na fachada muita coisa continua igual. Mais de um século depois, o nº 225-229 da Rua dos Sapateiros continua a não deixar ninguém indiferente.

Desde o ano da sua fundação, em 1907, que o Animatógrafo do Rossio chama a atenção pelos seus elementos de Arte Nova, pintados a verde, que emolduram os três vãos da fachada.

Mais discretos, mas igualmente bonitos são os painéis de azulejos dedicados ao tema da luz elétrica, com duas figuras femininas a segurarem candeeiros.

Desde 1994 que este edifício classificado como Conjunto de Interesse Público exibe peep shows, espetáculos de striptease e filmes pornográficos. Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades…

Foto antiga – 1907

Foto: Artur João Machado Goulard, in AML; lisboadeantigamente.blogspot.com

Foto atual – 2019

Foto: @Ringo Giacobelis

Montagem fotográfica: Ringo Giacobelis

(Visited 250 times, 1 visits today)

Tags:

You May Also Like

O Silverbox Studio faz retratos como se fazia há 160 anos atrás

Não há Iphone X, Y ou Z que seja capaz de tirar fotos tão giras como as que ...

Projeto Fruta Feia: a comida que ia para o lixo vai para a tua casa

Se és uma pessoa consciente, aposto que estás a pensar como é que podes começar a fazer algo ...

Os edifícios mais altos de Lisboa

Lisboa está longe de ser Nova Iorque, Kuala Lumpur ou Xangai mas, à escala portuguesa, também tem os ...

';return t.replace("ID",e)+a}function lazyLoadYoutubeIframe(){var e=document.createElement("iframe"),t="https://www.youtube.com/embed/ID?autoplay=1";t+=0===this.dataset.query.length?'':'&'+this.dataset.query;e.setAttribute("src",t.replace("ID",this.dataset.id)),e.setAttribute("frameborder","0"),e.setAttribute("allowfullscreen","1"),this.parentNode.replaceChild(e,this)}document.addEventListener("DOMContentLoaded",function(){var e,t,a=document.getElementsByClassName("rll-youtube-player");for(t=0;t