Lince ibérico feito de lixo é a nova instalação do Parque das Nações

Bordalo II é o artista desta peça gigante

“O lixo de uns é um tesouro de outros”. A máxima que Bordalo II põe em prática melhor que ninguém volta a estar à vista de todos em Lisboa, desta vez com uma nova peça que o artista urbano tem no Parque das Nações.

Estamos a falar de um enorme lince ibérico colocado no Rossio dos Olivais (aquela zona com bandeiras de todo o mundo junto ao Altice Arena), como recordação da conferência Lisboa+21. A peça foi inaugurada no final deste encontro mundial, que contou com a presença do secretário Geral da ONU, António Guterre.

Trata-se de uma obra de grandes dimensões, com inúmeras cores, e feita a partir de lixo, como acontece com todos os trabalhos de Bordalo II. Um dos objetivos, claro, é alertar para a necessidade de proteger o lince ibérico, uma espécie no limiar de extinção.

Bordalo II é um dos mais impactantes artistas plásticos portugueses. Em 2017, tornou-se conhecido do grande público com a exposição “Attero”, em Marvila, e já este ano deu a conhecer a sua arte durante uma mostra em Paris. Conhece aqui mais trabalhos dele.

Foto de capa: @aazevedo

Tags:

';return t.replace("ID",e)+a}function lazyLoadYoutubeIframe(){var e=document.createElement("iframe"),t="https://www.youtube.com/embed/ID?autoplay=1";t+=0===this.dataset.query.length?'':'&'+this.dataset.query;e.setAttribute("src",t.replace("ID",this.dataset.id)),e.setAttribute("frameborder","0"),e.setAttribute("allowfullscreen","1"),this.parentNode.replaceChild(e,this)}document.addEventListener("DOMContentLoaded",function(){var e,t,a=document.getElementsByClassName("rll-youtube-player");for(t=0;t